Brasil domina o placar com Marlon Zanotelli e João Castro em GP4* na Eslováquia

Só deu Brasil no GP válido pelo Ranking FEI Longines, a 1.60 metro, no Concurso de Salto de Internacional 4* em Samorin, Eslováquia, primeiro evento de hipismo indoor no X-Bionic Sphere Olympic Training Center. O cavaleiro top do Brasil Marlon Zanotelli levou Celena VDL à vitória e o jovem talento João Victor Castro, pupilo de Nelson Pessoa, com Quentin PJ garantiu a importante 3ª colocação.

Deu Brasil e Holanda no GP de Samorin

Dos 42 conjuntos, 16 avançaram ao desempate idealizado pelo italiano Uliano Vezzani. Marlon e Celena VDL, uma sela holandesa filha de Mr. Blue em Chin Chin de 10 anos, garantiram a vitória sem faltas em 37s54. O cavaleiro de ponta da Holanda Harrie Smolders com Zinius foi vice, pista limpa, 38s77.

João Victor, jovem talento de Manaus de apenas 20 anos, e Quentin PJ, um hannoverano filho de Quidam de Revel em Escudo de 11 anos, fecharam o desempate com percurso limpo, 40s15. João mora na Bélgica há cerca de três anos, onde conta com todo apoio de seu treinador com Nelson Pessoa, ícone do hipismo brasileiro e mundial.

Missão cumprida para o jovem talento João Victor

“Vencer um GP em um Concurso como esse é sensacional. O X-Bionic Sphere tanto em sua temporada indoor como outdoor. Estivemos aqui no verão e também encontramos condições de competição ideais”, declarou Marlon, que no mesmo local em 1/9/2017 integrou o Time Brasil campeão das Copa das Nações ao lado de Luis Felipe de Azevedo Filho / Chacito, Carlos Eduardo Motta Ribas / Wilexo e Karina Johannpeter / Casper.

Marlon, 29, maranhense radicado na Europa há cerca 10 anos, defendeu o Brasil nos Jogos Equestres Mundiais 2014 e Jogos Pan-americanos 2015. Em 2011, Marlon passou a ser o primeiro cavaleiro da Ashford Farm na Bélgica onde viria a se casar com a amazona sueca Angelica Augusston. Há cerca de um ano, o casal está a frente de um negócio próprio na Bélgica.

Atualmente, Marlon é o segundo melhor brasileiro no ranking da Federação Equestre Internacional (contagem até 31/10) na 47ª colocação, atrás de Pedro Veniss, 34º. Yuri Mansur, 49º, é o 3º melhor. Todos devem subir de posição no novo ranking a ser divulgado na virada do mês. Ao lado de outros nomes grandes nomes do hipismo brasileiro, Marlon, Pedro e Yuri estão entre os fortes candidatos a uma vaga no Time Brasil de Salto nos Jogos Equestres Mundiais 2018, entre 11 e 23 de setembro, em Tryon (EUA).

GP4* Samorin, 1.60 metro

Campeão Marlon Modolo Zanotelli / Celena VDL – Brasil – 0/37s54
Vice Harrie Smolders / Zinius – Holanda – 0/38s77
3º João Victor Castro / Quentin PJ – Brasil – 0/40s15
4º Allen Bertram / Hector van d´Abdiijhove – Irlanda – 0/41s15
5º Werner Muff / Daimler – Suíça -0/41s38
6º Szabolcs Krucso / Chacco Blue II – Hungria 0/44s38

Resultado completo.

Marlon Zanotelli é 3º em a GP 1.60m na Finlândia e Rodrigo Pessoa vence a 1.50m nos EUA

Fechando o 33º Concurso de Salto Internacional 5* de Helsinque na Finlândia, deu Brasil no placar no GP World Cup Qualifier Longines, a 1.60 metro,nesse domingo, 22/10. Montando Celena VDL, uma égua sela holandesa filha de Chin Chin de 10 anos, o cavaleiro top Marlon Modolo Zanotelli garantiu o 3º posto, sem faltas no desempate, em 38s60.

Marlon e Celena VDL em ação na arena indoor do CSI-W de Helsinque

Participaram da disputa 40 conjuntos, dentre os quais 9 habilitaram-se ao desempate idealizado pelo brasileiro Guilherme Jorge, course-designer da Rio 2016. Sagrou-se campeão o holandês Jur Vrieling montando VDL Glasgow Merelsnet, pista limpa, 36s85. O vice-campeonato ficou com o sueco Henrik von Eckerman montando Mary Lou 194, sem faltas, 38s41.

Marlon, 29, maranhense radicado na Europa há cerca 10 anos, defendeu o Brasil nos Jogos Equestres Mundiais 2014 e Jogos Pan-americanos 2015. Em 2011, Mario passou a ser o primeiro cavaleiro da Ashford Farm na Bélgica onde viria a se casar com a amazona sueca Angelica Augusston. Há cerca de um ano, o casal está a frente de um centro de treinamento próprio na Bélgica.

Atualmente, Marlon é o terceiro melhor brasileiro no ranking da Federação Equestre Internacional (com eventos até 30/9) na 54ª colocação, atrás de Pedro Veniss, 36º e Yuri Mansur, 44º. Ao lado de outros nomes grandes nomes do hipismo brasileiro, Marlon está entre os candidatos a uma vaga no Time Brasil de Salto nos Jogos Equestres Mundiais 2018, entre 11 e 23 de setembro, em Tryon (EUA).

E é justamente no Tryon International Equestrian Center que essa semana sediou um Concurso de Salto Internacional 5* da Primavera que o campeão olímpico brasileiro Rodrigo Pessoa venceu a principal prova desse domingo, 22, o Tryon Sunday Classic, a 1.50 metro. Montando Chaganus, um oldenburger de 9 anos, Rodrigo zerou o desempate em 39s865. Dos 43 conjuntos, oito foram a desempate. O norte-americano Quentin Judge com Giorgio van´t Hagenhof foi vice, sem faltas em 40s397. A 3ª colocação foi do belga Nicola Phillppaerts com Aikido Z, pista limpa, 40s542.

Rodrigo e Chaganus: uma dupla em franca ascensão

Atualmente, Rodrigo, 44, mais premiado cavaleiro brasileiro de todos os tempos e que acabou ficando de fora da Rio 2016, também é treinador da equipe irlandesa, campeã europeia 2017. Com novos cavalos, o brasileiro que já liderou o ranking mundial por diversas vezes, pode em breve voltar a integrar as principais equipes brasileiras.

 

Fonte: Imprensa CBH

Equipe brasileira de Salto é campeã em Copa das Nações na Eslováquia

Em grande fase o hipismo brasileiro garantiu mais uma importante conquista nessa sexta-feira, 1/9, no Concurso de Salto Internacional Oficial 3* – CSIO de Samorin, na Eslováquia. Com a equipe formada Luis Felipe de Azevedo Filho / Chacito, Carlos Eduardo Motta Ribas / Wilexo, Karina Johannpeter / Casper e Marlon Modolo Zanotelli / Celena VDL, o Brasil fechou o 2º percurso e decisivo percurso da Copa das Nações com 8 pontos perdidos empatado com a Alemanha.

Marlon Zanotelli, cavaleiro integrou a equipe brasileira no Mundial 2014 e Pan-americano 2015, montando Celena VDL foi ao desempate e garantiu pista limpa em 45s51 e pela Alemanha Jörne Sprehe com Stakki´s Jumper fez o tempo de 41s22, mas com uma falta. Assim o Brasil comemorou a vitória superando outras 10 equipes. A medalha de bronze ficou com a Itália, 12 pontos perdidos.

Christina Harbich, chefe de equipe do Brasil, com os medalhistas Marlon, Karin, Felipinho e Carlos com a torcida da familia img; Samorin Bionic Sphere

A chefe de equipe do Brasil foi Christina Harbich, amazona gaúcha que representou o Brasil na Olimpíada de Seoul 1988. Recentemente, em 28/7, outra equipe do Brasil conquistou a Copa das Nações no 109º CSIO Hickstead na Inglaterra e na semana que o Brasil disputa badalada Copa das Nações no CSIO5* Spruce Meadows, em Calgary, no Canadá. Estão escalados para defender o hipismo brasileiro Pedro Veniss / Quabri D Isle, Pedro Muylaert / Prince Royal MFS, Yuri Mansur / Babylotte e Eduardo Menezes / Quintol e Rodrigo Llambre é o reserva.

“É muito importante poder contar com várias equipes de cavaleiros diferentes para já no ano que vem ter mais opções para formar nossas equipes para o Campeonato Sul-americano Odesur e Jogos Equestres Mundiais”, destaca Ronaldo Bittencourt Filho, presidente da Confederação Brasileira de Hipismo.

No domingo, o GP, a 1.50 metro, válido pelo ranking FEI Longines, encerra a competição.

Copa das Nações CSIO Samorin, 1/9

Campeão Brasil – 8 pontos perdidos
Luis Felipe de Azevedo Filho / Chacito – 0/8
Carlos Eduardo Motta Ribas / Wilexo – 4/4
Karina Johannpeter / Casper – 0/0
Marlon Modolo Zanotelli / Celena VDL – 0/4 – desempate 0/45s51

Vice Alemanha – 8 pp
Denis Nielsen / DSP Cashmoaker – 4/0
Angelique Rüsen / Carlson – 4/0
Claricia Kendra Brinkop / A la Carte NRW – 4/0
Jörne Sprehe / Stakki´s Jumper – 0/não saltou 4/41s22

3º Itália – 12 pp
Luigi Polesello / Panama Tame – 0/0
Matilde Giorgia Bianchi / Lejano – 22/ não saltou
Filippo Codecasa / Go High della Bassanella – 0/8
Claudio Delnevo / Carlico 4/0

Resultado Copa das Nações CSIO Samorin

Fonte: Imprensa CBH ; img Samorin Bionic Sphere

Marlon Zanotelli, do Brasil, garante sensacional vitória no Global Champions Tour, na Holanda

Fechando a 13ª de 15 Etapas do Global Champions Tour 2017 nesse domingo, 13/8, em Valkenswaard na Holanda, deu Brasil no placar. Montando Celena VDL, uma égua sela holandesa de 10 anos, Marlon Zanotelli, venceu o GP, a 1.50 metro, sem faltas em 23s10. Do 45 conjuntos top mundiais em pista, 17 zeraram a 1ª passagem com armação do italiano Uliano Vezzani habilitando-se ao desempate na corrida por 92 mil euros em premiação. Sagrou-se vice campeão Leopold van Asten VDL Groep Miss Untouchable, seguido por Maikel van der Vleuten apresentando Wunschkind 19, sem faltas, em 28s79 e 39s56, ambos cavaleiros olímpicos da Holanda.

Marlon Zanotelli a caminho da cerimônia de premiação em Valkenswaard na Holanda; img: Stefano Grasso

“A Celena é incrível, fico muito feliz e agradeço a equipe VDL em ter um cavalo como ela. Essa vitória é muito especial para mim. Fiz o que tinha que fazer na pista e e estou agradecido que tenha dado certo!”, declarou Marlon, 29, cavaleiro maranhense que integrou o Time Brasil no Pan-americano 2015 e nos Jogos Equestres Mundiais 2014. Radicado na Europa há cerca de 9 anos, Marlon recém integrou a equipe brasileira campeã na Copa das Nações em Hickstead em 27/8, e é o atual 2º melhor brasileiro no ranking mundial da Federação Equestre Internacional na 53ª colocação.

O Global Champions Tour 2017, mais badalado circuito do hipismo mundial, chega a 14ª Etapa entre 21 e 24/9 e a grande final mais uma vez agita Doha, no Quator, entre 9 e 11/11. No ranking da principal disputa do Circuito, a 1.60 metro, Harrie Smolders da Holanda é o líder com 268 pontos, o alemão Christian Ahlmann vem em 2º lugar, seguido pelo italiano Alberto Zorzi, respectivamente, com 257 e 255 pontos.

Acesse o site oficial

Equipe brasileira garante vitória histórica na Copa das Nações no CSIO de Hickstead

A equipe brasileira de Salto faturou a Copa das Nações do CSIO5* Longines 109º Royal International Horse Show em Hickstead, Inglaterra, nessa sexta-feira, 28/7. Com Marlon Zanotelli montando Sirene de la Motte, Pedro Veniss com For Felicia, Yuri Mansur e Babylotte, e Pedro Muylaert montando Prince Royal Z MFS, o Brasil conquistou, pela primeira vez, título de campeão do “Troféu Prince Edward of Wales” em Hickstead, totalizando apenas 4 pontos perdidos e batendo sete equipes top mundiais com 10 pontos de vantagem sobre o forte time Holanda, vice-campeão.

Time Brasil no topo do pódio em Hickstead: Marlon Zanotelli, Pedro Veniss, Pedro Paulo Lacerda, Pedro Muylaert e Yuri Mansur 

Além do difícil percursos, a 1.60 metro, disputado em duas voltas, o mau tempo com chuva e consequentemente piso longe do ideal foram uma dificuldade a mais. Mas com dois duplos zeros de Zanotelli e Veniss, Mansur que fez dois 12 pontos na primeira volta e zerou a segunda, o último integrante da equipe Muylaert que fechou o primeiro percurso com apenas uma falta não precisou nem cumprir o percurso final pois o Brasil já era campeão por antecipação. Sagrou-se vice-campeã da equipe da Holanda, 14 pp, e os times da Suíça e Holanda chegaram empatados em 3º lugar. A Irlanda, 17 pp, fechou em 5º lugar, seguida pela Grã Bretanha, 20 pp, França, 21 pp, Espanha, 51 pp.

Pedro Paulo Lacerda, chefe de equipe do Brasil, tinha motivos de sobra para comemorar. “Estou muito orgulhoso da minha equipe. É a primeira vez que o Brasil vence aqui uma Copa das nações tão importante”, disse Lacerda, durante a coletiva de imprensa. O cavaleiro olímpico brasileiro Veniss endossou as palavras de Lacerda. “Estou muito feliz, acho que todos fizeram um excelente trabalho e como o Pedro Paulo falou é muito especial vencer em Hickstead.”

Mansur comentou a dificuldade no primeiro percurso. “Minha égua realmente vem saltando muito bem esse ano, talvez a Babylotte tenha estranhado o piso na primeira passagem, mas depois ela fez um segundo percurso fantástico”, ponderou o brasileiro. Marlon, que integrou o Time Brasil no Pan 2015 e ficou um bom tempo sem saltar uma Copa das Nações, destacou “é sempre um prazer montar com esses caras, a gente se conhece há tanto tempo!” Finalmente, Muylaert agradeceu os companheiros “nem precisei saltar o último percurso, então só tenho que agradecer a todos, estou feliz demais!”

A Copa das Nações em Hickstead foi a penúltima etapa da liga europeia da Longines FEI Nations Cup, antes da grande Final em Barcelona, entre 28/9 e 1/10. O Brasil já tem vaga garantida na Final de Barcelona e antes disputa a Copa das Nações, no CSIO Calgary, em Spruce Meadows, no Canadá, entre 6 e 10/9. A escalação da equipe será definida em datas próximas aos eventos.

Irlanda, treinada por Rodrigo Pessoa, fechou em 5º lugar

O campeão olímpico brasileiro Rodrigo Pessoa, que recém assumiu o cargo de treinador da Irlanda que fechou em 5º lugar na Copa das Nações em Hickstead, destacou: “a Irlanda é um país de cavalos, com grandes cavaleiros e muita tradição, mas última vez que subiram ao pódio aqui em Hickstead foi em 2001. Resultados individuais têm sido muito bons, mas em campeonatos vêm ficando abaixo do esperado. É algo que queremos mudar e estou a aqui para ajudar a resolver isso”, destacou Pessoa, em entrevista a Federação Equestre Internacional. O brasileiro, campeão olímpico 2004, tricampeão da Copa do Mundo e também campeão mundial, no entanto, também cquer chegar em forma para defender o Brasil em Toquio 2020.

Campeão Brasil – 4 pontos perdidos (pp)

Marlon Zanotelli / Sirene de la Motte – 0/0
Pedro Veniss / For Felicia – 0/0
Yuri Mansur / Babylotte – 12/0
Pedro Muylaert / Prince Royal Z MFS – 4/não saltou

Vice campeã Holanda – 14 pp

Harrie Smolders / Don VHP Z – 0/0
Gerco Schroeder / Glock´s Cognac Champblanc – 13/12
Ruben Romp / Audi´s Teavanta II CZE – 1/0
Jur Vrieling / VDL Glasgos VH Merelsnest – 13/0

3ª colocada Suíça – 14 pp

Nadja Peter Steiner / Saura de Fondcombe – 0/4
Romain Duguet / Sherezada du Gevaudan = 8/0
Philipp Züger / Casanova F Z – 3/13
Beat Mändli / Dsari – 0/4

3ª colocada Alemanha – 14 pp

Patrick Stühlmeyer / Lacan 2 – 0/4
Claricia Kendra Brinkop / A la Carte NRW – 0/12
Mario Stevens / Baloubet 4 – 4/12
Marcus Ehning / Comme il Faut 5 – 0 pp

Resultado completo.

Site oficial

Campeão da Copa do Mundo 2017, McLain Ward é o novo nº 1 do ranking mundial FEI; quatro brasileiros estão entre os Top 100

O norte-americano McLain Ward, campeão da Final da Copa do Mundo de Salto no último domingo, 2/4, e duas vezes campeão olímpico por equipes, assumiu a liderança do ranking mundial de Salto FEI Longines.

“É sempre um prazer ser o número nº 1. Isso reflete consistência no nível top que todos nós almejamos. Ser o nº 1 do Longines Raking após a minha vitória na Final da Copa do Mundo é uma grande sentimento”, garante Mclain Ward.

McLain Ward com HH Azur comemorando o título de campeão da Copa do Mundo 2016/2017

Foi com sua montaria HH Azur, com o qual foi prata por equipes na Rio 2016, que Ward garantiu a ascensão no ranking. O alemão Daniel Deusser, que estava em primeiro lugar desde janeiro, agora ocupa o 3º posto. O norte americano Kent Ferrington, que integrou a equipe medalhista na Rio 2016, permance no 2º posto. Christian Ahlmann da Alemanha desceu da 3ª para a 4º posição e o canadense Eric Lamaze manteve-se em 5º lugar.

Ward fez a sua estreia olímpica em Atenas 2004, quando integrou a equipe medalha de ouro. O segundo ouro por equipes veio nos Jogos de Beijing 2008 Games e em Londres 2016, o cavaleiro fechou na 6ª colocação individual. Ward também foi ouro individual e bronze por equipes no Jogos Panamericanos de Toronto 2015.

Melhores brasileiros

Marlon Zanotelli é o atual melhor brasileiro no ranking FEI Longines subindo da 77ª para 74ª colocação. Já Pedro Veniss se manteve em 79º lugar.

Marlon e Extra van Essene em salto espetacular no Global Champions Tour; img: Stefano Grasso

Cassio Rivetti subiu da 95ª para 87ª posição. Eduardo Menezes que estava em 101º lugar agora ocupa 99º posto. Yuri Mansur subiu 10 posição e é o atual 122º.

Clique aqui e consulte o ranking completo.

 

Com a fonte: FEI

Marlon leva Sirene de la Motte ao topo do pódio em Vilamoura, a 1,45m

Nessa quinta-feira, 9/3, o brasileiro Marlon Zanotelli mais uma vez mostrou que está em grande forma vencendo a prova a 1,45m do Vilamoura Atlantic Tour 2017, em Portugal, válida pelo Ranking Longines. Número 36 do mundo, o maranhense foi o mais rápido hoje montando Sirene de la Motte, no tempo de 58s59, o suficiente para bater o conjunto holandês Johnny Pals e Anna JO, 2º colocado com 59s03.

Marlon e Sirene; img: One Shot

O brasileiro radicado na Bélgica está se saindo muito bem neste início da temporada européia, já tendo chegado em 2º lugar anteriormente em dois GPs no Vilamoura Equestrian Center.

“O percurso estava delicado, mas rápido”, concluiu Marlon. “A Sirene é um dos meus melhores cavalos atualmente. Ela saltou cinco GPs sem faltas até agora. Vamos ver como ela continua nessa temporada, mas acredito que vai se sair muito bem.”

Assista o percurso do brasileiro.

 

Brasil Hipismo com a fonte e foto: Vilamoura Atlantic Tour

Marlon Zanotelli papa 3º vice-campeonato seguido nos GPs de Vilamoura

Mais uma semana de provas no Vilamoura Atlantic Tour e mais um vice-campeonato para o brasileiro Marlon Zanotelli. O talento maranhense já havia conquistado o segundo posto com Sirene de La Motte em outros dois GPs internacionais portugueses em 26 e 18/2. E, nessa terceira semana de concurso no Vilamoura Equestrian Center, Marlon voltou ao pódio com Celena VDL, filha de Mr. Blue em égua Chin Chin, de 10 anos, que foi recentemente para sua sela.

Marlon e Celena VDL, no galope da vitória, em registro de Andrea Hoenack

A prova a 1,50 metro teve 63 concorrentes e 11 no desempate. Cinco conjuntos voltaram a zerar e a vitória ficou com o alemão Marcel Marschall montando Undercontract, 37s19. Marlon marcou 38s81 e Reynald Angot com Symphonie des Biches terminou em 39s44, pela França.

Os brasileiros Adir Abreu Junior / Chactonus 2, Cassio Rivetti / Lagerfeld, Nando de Miranda / Czarina Jmen, Felipe Ramos Guinato / Vuduciel Un Prince e Luiz Felipe de Azevedo Filho / Chacito também participaram da prova, mas não habilitaram-se ao desempate.

Em 2/3, Cassio Rivetti levou Lagerfeld ao 2º posto na prova a 1,45m, sem faltas em 49s92, apenas alguns décimos atrás do britânico Timothy Page, que venceu sobre o dorso de Duc D Arsouilles, 59s84.

O Vilamoura Atlantic Tour 2017 começou em 14/2 e segue até 2/4.

Resultado completo

 

Brasil Hipismo com foto: reprodução Facebook Andrea Hoenack

Marlon Zanotelli chega novamente em 2º no GP3* do Vilamoura Altantic Tour

O cavaleiro maranhense radicado na Europa, Marlon Zanotelli, conquistou neste domingo, 26/2, o segundo vice-campeonato no GP a 1.50m nesta temporada do Internacional 3* de Vilamoura Atlantic Tour 2017, em Portugal. Com Sirene de La Motte, o brasileiro já tinha ficado em 2º lugar na semana anterior, e desta vez fez mais um duplo zero, com o tempo de 46s07 no desempate.

Marlon e Sirene, dois vice-campeonatos em duas semanas; img: reprodução Facebook / Andrea Hoenack

O GP teve a participação de 49 cavaleiros que saltaram o percurso elaborado pelo britânico Bob Ellis, responsável pela armação dos Jogos Olímpicos de Londres 2012, dos quais nove foram para o desempate com apenas três pistas limpas. O vencedor foi o francês Mathieu Billot montando Ilena S, 44s01, e o terceiro lugar ficou com o conjunto japonês Taizo Sugitani / Cuba. com 48s55. A disputa contou como qualificatória para os Jogos Equestres Mundiais de 2018, em Tryon, nos EUA.

Esta foi a segunda semana do Vilamoura Atlantic Tour, que vai até 2/4, e contou com premiação total de 127 mil euros, sendo 25 mil para o GP.

Confira o site oficial com todos os resultados

 

Primeira semana do Vilamoura Atlantic Tour tem Marlon Zanotelli como vice no GP 3* e diversas classificações brasileiras

No domingo, 19/2, o top brasileiro Marlon Zanotelli foi vice no GP 3*, a 1.50 metro, no Vilamoura Atlantic Tour, em Portugal. Montando a égua sela francesa Sirene de La Motte, de 10 anos, Marlon fechou o desempate sem faltas em 32s12. Dos 41 conjuntos, 12 habilitaram-se ao desempate. A vitória ficou com o cavaleiro belga Thierry Goffinet com Artuur JHZ, pista limpa, 32s10. Também pelas cores do Brasil, Cassio Rivetti montado Lagerfeld emplacou em 4º lugar, sem faltas, 33s37, atrás do francês Mathieu Billot com Ilena S, 3º, pista limpa, 33s24.

Outros três brasileiros também habiltiaram-se ao desempate: Adir Abreu Junior com Hunter van Indihof, o jovem talento João Victor Castro com Quentin PJ e Felipe Guinato com Quidam´s Grey Lady terminando, respectivamente, no 9º, 10º e 12º lugar.

Marlon, acompanhado por Sirene e sua tratadora; img: reprodução Facebook / Angelica Augustsson

Já no sábado, 18, João Victor foi o vencedor da disputa a 1,35m montando Quarelie de La Louvet com pista limpa em 54s61, e Luiz Felipe de Azevedo Filho foi o 4º colocado apresentando Chacito, zero pontos perdidos em 57s02.

Também no sábado, Felipe Guinato chegou em 3º lugar na prova a 1,45 metro montando Zenzero, sem faltas em 58s27. A disputa foi vencida pelo conjunto português Mario Wilson Fernandes e Tidelio des Nauves, 56s54, e teve Thierry Goffinet na 2ª posição, desta feita com Aliana, 57s44.

O jovem talento João Victor e Quarelie de La Louvet; img: reprodução facebbok / Mara Aguiar

Cassio Rivetti e Dollar de Fremis ficaram na 3ª colocação na prova de duas fases 1,35m de sexta-feira, 17, com zero no tempo de 26s71. Venceu o conjunto da casa, Francisco Rocha e C Berriz Z, com 25s25. Em 2º chegou o representante da Romênia, Luca Ruxandariu com Bamboo, 26s13.

Na quinta-feira, Felipe Guinato e Zenzero voltaram a emplacar em 3º, desta vez a 1,45m. O conjunto verde amarelo terminou sem faltas em 59s74 e Marlon foi o 4º com Sirene de La Motte. Venceram mais uma vez o belga Thierry Goffinet e Artuur JHZ, pista limpa, 58s25. Em 2º lugar ficou o francês Mathieu Billot, que montou Ilena S, zero em 59s22.

Adir Abreu também pegou um 3º lugar no mesmo dia, na disputa a 1,35m montando J – Eclipse, sem penalidades, 52s28. A prova foi vencida por Nicolas Deseuzes / Ulloa du Trefle, da França, sem faltas, 50s21. James Smith / Quattro 27 ficaram em 2º com 50s30, sem derrubes.

Acompanhe o placar do Internacional de Vilamoura entre 13 e 25/2.
Brasil Hipismo com a fonte: CBH ; foto: reprodução facebook