Artemus de Almeida fatura Small GP no Indoor SHP, Victoria Medonça é vice e Pedro Egoroff, campeão Hermès Young Talent

Não deu outro. Fazendo jus a excelente campanha na temporada Artemus de Almeida montando Cassillero faturou o Small GP, a 1.40 metro, principal disputa do 27º Concurso de Salto Internacional e Nacional – CSI-W Indoor na Sociedade Hípica Paulista, no sábado, 23/9. A prova também foi válida pela 4ª e última etapa do Hermès Young Talent voltada a jovens talentos entre 16 e 25 anos com vitória do jovem talento Pedro Egoroff.

Artemus e Cassillero mantém incrível sequencia de vitórias

Participaram da prova 58 conjuntos, dos quais apenas cinco habilitaram-se ao desempate no díficil percurso elaborado pela course-designer internacional Marina Azevedo. Penúltimo em pista, Artemus e Cassillero faturaram o título com único percurso limpo em 35s44. Artemus e Cassillero vem de vitória no mini GP do Concurso de 82 anos do Clube Hípico de Santo Amaro há duas semanas e colecionam nada menos que seis vitórias em provas de velocidade ao longo do ano.

Comemoração nota 10

Já o 2º posto ficou a jovem amazona Victoria Junqueira Ribeiro de Mendonça, 18, campeã brasileira young riders 2017 e sul-americana junior 2016, que com sua Una Bella 9 fez a melhor marca, 34s77, mas com uma falta no desempate. Victoria treina com Artemus e já há um bom tempo vem dando trabalho ao mestre e melhores cavaleiros do país.

Victoria e Una Bella 9: uma dupla pra ninguém botar defeito

O cavaleiros da José Luiz Guimarães de Carvalho, vencedor da qualificativa do GP em 22/9, com Colman Cooper e Alberto Assumpção Muylaert e C´est Dorijke emplacaram na 3ª e 4ª colcação, ambos com uma falta, em 35s37 e 38s67. O 5ª posto ficou com o cavaleiro olímpico Stephan Barcha com Zilverstone, dupla vencedora da prova a 1.40 metro em 21/9, que acabou sofrendo uma queda. Em 6º lugar chegou Ivo   Ivo Rosa com Salamandra Quicko que fechou a 1ª volta com 1 ponto perdido por excesso de tempo, 74s74.

Pedro Egoroff, 16, é o campeão do Hermès Young Talent 2017

Realizado em conjunto com a CBH – Confederação Brasileira de Hipismo, o Circuito Hermès Young Talent é aberto a cavaleiros e amazonas entre 16 e 25 anos.As três etapas anteriores aconteceram durante este ano em Curitiba (duas etapas) e São Paulo. Ao final quem levou a melhor foi Pedro Egoroff, 16, campeão do ranking brasileiro Junior 2016 e integrante da equipe Junior no Sul Americano 2017, que montando Wangu Cooper fechou o Small GP com apenas uma falta em 9º lugar. O top goiano que treina em São Paulo Alberto Sinimbu, 20, campeão do Hermès Young Talent 2016 e brasileiro junior 2014 e young rider 2015, foi vice e o jovem talento carioca Victor Luminatti, 3º.

Salto espetacular de Pedro com seu Wangu Cooper

O vencedor do circuito recebe como prêmio dez dias de treinamento com o campeão olímpico brasileiro Rodrigo Pessoa durante o Winter´s Equestrian Festival, em Wellington, na Flórida, contando com passagens aéreas, hospedagem, ajuda de custo e inscrições em janeiro de 2018.

O campeão Pedro e o vice Alberto com Ronaldo Bittencourt Filho, presidente da CBH, Bel Priori, diretora de Hermès, Ugo Borão, gerente de relacionamento da Hermès Equitação e o cavaleiro Bartholomeu Bueno de Miranda, patrocinado pela Hermès

Classificação Hermès Young Talent 

Campeão Pedro Egoroff – 57,5 pontos
Vice Alberto Sinimbu – 56,5 pontos
3º Victor Luminatti – 50,5 pontos

Nesse domingo, 24, a principal disputa é o GP World Cup Qualifier válido pela 6ª etapa do ranking Senior Top, disputado em duas voltas: a 1ª às a 2ª às 18h00, intercalado com a prova show carro x cavalo com participação do líder da Stock Car Daniel Serra e corrida de pôneis. Ao final tem show do cantor Afonso Nigro.

Serviço

CSI-W e CSN Indoor
Sociedade Hípica Paulista 20 a 24/9
Rua Quintana, 206

Ingressos

Quarta a sexta: 20 a 22/9 – Gratuito
Sábado e Domingo: 23 e 24/9 – R$ 40
Crianças até 3 anos não pagam e até 10 anos: R$ 10

Ordens de Entrada, Resultados e Transmissão ao Vivo

 

Fonte: SHP Imprensa ; fotos: Luis Ruas e Gabriela Lutz

 

Stephan Barcha com Zilverstone leva a melhor a 1.40 no Indoor SHP

Na noite da quinta-feira, 21/9, a terceira prova Internacional, a 1.40 metro, agitou o CSI-W Indoor da Sociedade Hípica Paulista com boa presença de público nesse que é o mais badalado Concurso de hipismo da temporada brasileira. Sagrou-se vencedor o cavaleiro olímpico Stephan Barcha com Zilverstone VD Kapel, reis da velocidade na temporada 2017, com pista limpa, em 35s84.

Stephan e Zilverstone venceram com boa vantam

Dos 50 conjuntos na primeira passagem a 1.40 metro, 19 zeraram e 17 efetivamente largaram no desempate idealizado pela course-designer internacional Marina Azevedo. Em 2º lugar chegou a top carioca Stephanie Maciera com Juicy, sem faltas, 36s95. Já o 3º ficou com a super dupla da casa Ana Brentani Samaia, amazona Young Rider, com Escadron van Koekshof que entrou no começo do desempate e liderou quase até o final, sem faltas, 37s24.

O jovem talento Junior Thales Marino levou Celena DML com muita categoria ao 4º posto, pista limpa, 37s82. O 5º posto coube ao brasiliense Pedro Cordeiro no dorso de SL Ilustre, sem faltas, 37s98. E fechando o placar na 6ª colocação aparece Gabriel Gouvei no dorso de Txai R, pista limpa, 38s50.

Indoor SHP 2017: cenário nota 1000

Programação

Ao todo são 23 provas as provas de 1.10 a 1.60 metro, seis internacionais e 15 nacionais todas com armação da course-designer internacional Marina Azevedo. As principais provas internacionais acontecem na sexta-feira, 22, qualificativa do GP, às 20h00, o Small GP / Clássico, a 1.40 metro, no sábado, 23, às 18h30, disputa válida pela Final do Hermès Young Talent que premia o campeão com uma clínica com o campeão olímpico Rodrigo Pessoa, e no domingo, 24, o GP World Cup e Ranking Brasileiro Senior Top, com a 1ª volta às 14h30 e 2ª e decisiva volta, às 18h00.

Atrações paralelas

Duas provas show que prometem levantar o público: no sábado, 23, a prova de 4 barras que pode chegar a 2 metros ou mais e no domingo, 24, o desafio carro x cavalo e intervalo do GP World Cup e Ranking Senior Top que encerra a competição. Participam do desafio carro x cavalo Chico Serra, tricampeão brasileiro da Stock Car, Daniel Serra, líder da temporada Stock e Beto Gresse, campeão do desafio na edição 2016.

Também no sábado, 23, a Sociedade Hípica Paulista (SHP) mais uma vez inova em sua plataforma de entretenimento com diversas apresentações com destaque para o Universo Casuo, fundado por Marcos Casuo que atuou por 8 anos no Cirque du Soleil. Haverá ainda diversas atrações musicais com os DJs Nando Jones e Pedro Sabie, Banda S.O.S, o cantor Afonso Nigro e Trio Titanium, Leilão Beneficente de Fotografia, Boulevard Gourmet e de lojas, apresentações de adestramento, volteio, entre outras atividades.

A tradicional área kids e o passeio de pôneis promete ser bastante movimentada. Somente no sábado e domingo, 23 e 24/9, tem venda de ingressos na portaria do Clube no valor de R$ 40. Crianças até 3 anos não pagam e até 10 anos, o valor é de R$ 10. Parte da renda será revertida para atendimento de carentes na Equoterapia do Clube.De quarta a sexta, 20 a 22, a entrada é gratuita.

Serviço
CSI-W e CSN Indoor
Sociedade Hípica Paulista 20 a 24/9
Rua Quintana, 206

Ingressos
Quarta a sexta: 20 a 22/9 – Gratuito
Sábado e Domingo: 23 e 24/9 – R$ 40
Crianças até 3 anos não pagam e até 10 anos: R$ 10

Ordens de Entrada, Resultados e Transmissão ao Vivo

Fonte: SHP Imprensa; imgs; Luis Ruas

Bruno Pessanha fatura Warm Up a 1.40m e Ivo Rosa vence a 2ª prova a 1.40m no Indoor SHP

Abrindo o Concurso de Salto Internacional e Nacional – CSI-W Indoor 2017 na Sociedade Hípica Paulista, na quarta-feira, 20/9, o cavaleiro mineiro radicado no interior paulista Bruno Pessanha com Audi´s Allouete van Het Lambroek, uma filha de Baloubet du Rouet de 18 anos que chegou ao Brasil aos 15 anos para criação, mas se recuperou plenamente de uma lesão e voltou a competir, faturou o Warm-up (prova de adaptação) da principal série Internacional. A disputa serviu como preparação para prova internacional da sexta-feira,20, 1.45 metro, às 20 horas, válida como qualificativa do GP World Cup, a 1.50/1.60 metro, que fecha a competição no domingo, 24/9.

Bruno e Audi´s Allouete van Het Lambroek

Na segunda prova Internacional, a 1.40 metro, o cearense recém radicado em São Paulo Ivo Rosa Filho levou Salamandra Quicko, égua Brasileira de Hipismo filha de Chapman Rouge, à vitória, pista limpa, 57s70, batendo demais 60 conjuntos. Logo atrás, sem faltas, em 57s86, Thiago Mattos com Wieta do Santo Antonio chegou em 2º, seguido por Pedro Henrique Tavora de Matos montando Caroline MN, pista limpa, 58s27. Todos pelo Brasil.

Ivo e Salamandra Quicko

Na Série Nacional, foram 32 os concorrentes na primeira prova de cavalos novos 7/8 anos, a 135 metro. Representantes da casa ocuparam o 1º e 2º posto. Sagrou-se vencedor André Nascimento Xavier com GR Garuda, sem faltas, em 54s15. José Luiz Guimarães de Carvalho montando Echuka emplacou em 2º lugar, pista limpa, 55s10. Em 3º lugar chegou o carioca Tiago Mesquita montando Spartacus do Olympo que zerou em 56s30.

André e GR Garuda

Programação

Ao todo serão disputadas 23 provas de 1.10 a 1.60 metro, seis internacionais e 15 nacionais com armação da renomada course-designer internacional Marina Azevedo. As principais provas internacionais acontecem na sexta-feira, 22, qualificativa do GP, às 20h00, o Small GP / Clássico, a 1.40 metro, no sábado, 23, às 18h30, disputa válida pela Final do Hermès Young Talent que premia o campeão com uma clínica com o campeão olímpico Rodrigo Pessoa, e no domingo, 24, o GP World Cup e Ranking Brasileiro Senior Top, com a 1ª volta às 14h30 e 2ª e decisiva volta, às 18h00.

Atrações paralelas

Duas provas show que prometem levantar o público: no sábado, 23, a prova de 4 barras que pode chegar a 2 metros ou mais e no domingo, 24, o desafio carro x cavalo e intervalo do GP World Cup e Ranking Senior Top que encerra a competição. Participam do desafio carro x cavalo Chico Serra, tricampeão brasileiro da Stock Car, Daniel Serra, líder da temporada Stock e Beto Gresse, campeão do desafio na edição 2016.

Também no sábado, 23, a Sociedade Hípica Paulista (SHP) mais uma vez inova em sua plataforma de entretenimento com diversas apresentações com destaque para o Universo Casuo, fundado por Marcos Casuo que atuou por 8 anos no Cirque du Soleil. Haverá ainda diversas atrações musicais com os DJs Nando Jones e Pedro Sabie, Banda S.O.S, o cantor Afonso Nigro e Trio Titanium, Leilão Beneficente de Fotografia, Boulevard Gourmet e de lojas, apresentações de adestramento, volteio, entre outras atividades.

A tradicional área kids e o passeio de pôneis promete ser bastante movimentada. Somente no sábado e domingo, 23 e 24/9, tem venda de ingressos na portaria do Clube no valor de R$ 40. Crianças até 3 anos não pagam e até 10 anos, o valor é de R$ 10. Parte da renda será revertida para atendimento de carentes na Equoterapia do Clube.De quarta a sexta, 20 a 22, a entrada é gratuita.

Serviço
CSI-W e CSN Indoor
Sociedade Hípica Paulista 20 a 24/9
Rua Quintana, 206

Ingressos
Quarta a sexta: 20 a 22/9 – Gratuito
Sábado e Domingo: 23 e 24/9 – R$ 40
Crianças até 3 anos não pagam e até 10 anos: R$ 10

Ordens de Entrada, Resultados e Transmissão ao Vivo

Fonte: SHP Imprensa – fotos: Luis Ruas

Elite do hipismo, amadores e jovens talentos a postos no Internacional Indoor, na Hípica Paulista

A cada ano, o Concurso de Salto Internacional e Nacional Indoor na Sociedade Hípica Paulista, que entre 20 e 24/9 chega a sua 27ª edição, é o evento mais esperado do ano. A disputa é válida pela 6ª Etapa do ranking brasileiro Senior Top e última etapa qualificativa no Brasil da liga Sul-americana para a final da Copa do Mundo 2018.

Ao todo serão disputadas 23 provas de 1.10 a 1.60 metro, seis internacionais, 15 nacionais e duas provas show que prometem levantar o público: no sábado, 23, a prova de 4 barras que pode chegar a 2 metros ou mais e no domingo, 24, o desafio carro x cavalo, no intervalo do GP World Cup e Ranking Senior Top que encerra a competição.

Elite do hipismo

Estão confirmados no Internacional do Indoor, os principais cavaleiros do país como Artemus de Almeida, atual líder do ranking brasileiro senior top e campeão do GP do Indoor em 2014, Felipe Amaral, campeão brasileiro senior top 2017 e vice líder do ranking, José Roberto Reynoso Fernandez Filho, bicampeão brasileiro senior 2015/2016 e campeão do GP Indoor 2010, Cesar Almeida e Marcelo Ciavaglia, respectivamente, campeões do GP Indoor em 2016 e 2015, dois uruguaios Marcelo Chirico, campeão olímpico da Juventude 2000, e Rafael Rodrigues, Francisco Musa, tetracampeão brasileiro senior top, Tiago Mesquita, campeão da Copa São Paulo 2017, José Luiz Guimarães de Carvalho, campeão do GP Indoor 2006, Bartholomeu Bueno de Miranda, Marcos Ribeiro da Costa Jr, Luis Antonio Piva Filho, André Bacchi, entre outros.

Artemus e Cassilano JMen lideram o ranking brasileiro Senior Top

Jovens talentos convocados para o Sul Americano da Juventude, entre 2 e 8/10 na Argentina, também fazem seu último concurso no país. Estão entre os inscritos: Victoria Mendonça, campeã brasileira Young Riders e sul americana Junior 2017, Giulia Scampini, bicampeã sul americana junior 2013/2014 e escalada na equipe Young Riders, Ana Samaia, amazona top Young Rider da casa, o cavaleiro Junior Pedro Egoroff, o Mirim Philip Greenlees, campeão da seletiva olímpica e FEI Children 2017.

Para Ronaldo Bittencourt Filho, presidente da Confederação Brasileira de Hipismo no ciclo 2017 e 2020, destaca a realização ranking Senior Top. “O ranking é importante para que nossos cavaleiros em atividade no país possam se manter no mais alto rendimento. Dessa forma, conseguimos ampliar cada vez mais o grupo para formação das nossas equipes para as principais competições internacionais”, afirma Ronaldo Bittencourt Filho, que esteve na reunião do grupo VI da Federação Equestre Internacional em Lima no Peru, em 11 e 12/9, e vai comentar as principais resoluções durante o Indoor.

Agenda internacional

As principais provas internacionais acontecem na sexta-feira, 22, qualificativa do GP, às 20h00, o Small GP / Clássico, a 1.40 metro, no sábado, 23, às 18h30, disputa válida pela Final do Hermès Young Talent que premia o campeão com uma clínica com o campeão olímpico Rodrigo Pessoa, e no domingo, 24, o GP World Cup e Ranking Brasileiro Senior Top, com a 1ª volta às 14h30 e 2ª e decisiva volta, às 18h00.

Outras atrações paralelas

Além das provas show 4 barras, carro x cavalo, corrida de pôneis, todas as noites haverá atrações musicais, DJs Nando Jones e Pedro Sabie, Banda S.O.S, o cantor Afonso Nigro, Trio Titanium, Leilão Beneficente de Fotografia, Boulevard Gourmet e de lojas, apresentações de adestramento, volteio, e super apresentações do Universo Casuo, fundado por fundado por Marcos Casuo que atuou por 8 anos no Cirque du Soleil.

A tradicional área kids e o passeio de pôneis promete ser bastante movimentada. Somente no sábado e domingo, 23 e 24/9, tem venda de ingressos na portaria do Clube no valor de R$ 40. Crianças até 3 anos não pagam e até 10 anos, o valor é de R$ 10. Parte da renda será revertida para atendimento de carentes na Equoterapia do Clube.De quarta a sexta, 20 a 22, a entrada é gratuita. (Programação completa em anexo.)

Coletiva de imprensa

A coletiva de imprensa do Indoor será na terça-feira, 19, às 9h30. Participam da coletiva, os líderes do ranking brasileiro senior top Artemus de Almeida,Felipe Amaral, José Roberto Reynoso Fernandez Fº, José Luiz Guimarães de Carvalho e jovens talentos convocados para o Sul-Americano. Também estarão presentes Romeu Ferreira Leite Jr, presidente da SHP, Caio Costa, diretor de Salto da SHP, e Ronaldo Bittencourt Filho,presidente da Confederação Brasileira de Hipismo no ciclo olímpico 2017 a 2020. Confirmação de presença: imprensa@shp.org.br ou nos contatos abaixo.

Serviço
CSI-W e CSN Indoor
Sociedade Hípica Paulista 20 a 24/9
Rua Quintana, 206

Ingressos
Quarta a sexta: 20 a 22/9 – Gratuito
Sábado e Domingo: 23 e 24/9 – R$ 40
Crianças até 3 anos não pagam e até 10 anos – R$ 10

Assessoria de Imprensa CBH e SHP

Artemus de Almeida papa GP Clássico no 82º Aniversário de Santo Amaro

Na noite do sábado, 9/9, as dependências do Clube Hípico de Santo Amaro, maior entidade do hipismo brasileiro, que comemora 82 anos de história estiveram lotadas durante a disputa do GP / Clássico, a 1.45 metro, disputado em duas voltas.Dos 55 conjuntos, conforme a regra – os 12 melhores, 11 com percurso limpo e um com uma falta – habilitaram-se para o 2º e decisivo percurso.O atual líder do ranking brasileiro senior top Artemus de Almeida com M.E.C.G Cassilero, um holsteiner de 12 anos, deram show em pista e com mais um percurso sem faltas, em 42s65, garantiram o título.

Dupla top do hipismo brasileiro Artemus e M.E.C.G Cassilero

O tetracampeão brasileiro senior top e cavaleiro da casa Francisco Musa, que já vinha de quatro vitórias durante a competição, montando Top Horse Casadora JMen foi vice, duplo zero, 43s67. Em 3º lugar chegou Felipe Amaral, atual campeão brasileiro senior top, apresentando Hanna Pullmann, dois percursos sem faltas, em 45s08. Os três pelas cores de São Paulo.

Grande final

Nesse domingo, 10/9,a partir das 14h30 rola do GP World Cup Qualifier e 5ª Etapa do Ranking Brasileiro, a 1.50/1.55 metro. Na contagem do Ranking Brasileiro Senior Top (rendimento máximo), após quatro de nove etapas, a liderança estava nas mãos cavaleiro pan-americano paulista Artemus de Almeida, vice-campeão brasileiro senior top 2017, com 176,5 pontos. Em 2º lugar lugar vem o carioca radicado em São Paulo, Felipe Amaral, reserva na Rio 2016 e que recém conquistou o bicampeonato brasileiro senior 2013/2017, 150 pontos. Ambos a postos no GP do CHSA. Já na 3ª colocação está o cavaleiro olímpico da casa José Roberto Reynoso Fernandez Filho, bicampeão brasileiro 2015/2016 e hexacampeão do GP do CHSA, 120 pontos.

Clássico – 1.45 metro

Vencedores do Clássico com direito a brinde Stella Artois

Campeão Artemus de Almeida / M.E.C.G Cassilero – FPH – 0/0/42s65
Vice Francisco Mesquita Musa / Top Horse Casadora JMen – FPH – 0/0/43s67
3º Felipe Amaral / Hanna Pullman – FPH – 0/0/45s08
4º Mariana Cassettari / Cehuip X-Tra GMS – FCH – 0/0/51s28
5º Tiago Mesquita / Dorlanda – FEERJ – 1/0/51s93
6º Ivo Roza Filho / Salamandra Quicko – FPH – 0/4/44s70

Resultado completo

Fonte: CBH ; fotos: Luis Ruas

Brasil conquista prata na Copa das Nações no CSIO5* de Spruce Meadows, no Canadá

Dando sequencia a excelente sequencia de conquistas em Copas das Nações na temporada 2017, o time Brasil de Salto – Pedro Junqueira Muylaert / Prince Royal Z MFS , Yuri Mansur Guerios / Babylotte, Pedro Veniss / Quabri de Isle e Eduardo Menezes / Quintol e Pedro Paulo Lacerda como chefe de equipe – faturou a medalha de prata na Copa das Nações no CSIO5* Spruce Meadows, em Calgary, principal evento do ano no Canadá, nesse sábado, 9/9, perante cerca de 80 mil pessoas.

Mesmo enfrentando uma adversidade com Eduardo Menezes que montando Quintol sofreu uma inesperada queda na 1ª volta, o Brasil deu recado. Todos os demais três conjuntos zeraram a 1ª volta e na 2ª volta Pedro Muylaert e Prince Royal Z MFS e Pedro Veniss com Quabri L´Isle cometeram apenas uma falta e Yuri Mansur com Babylotte foi o único a garantir duplo zero. Assim o Brasil terminou com 8 pontos perdidos empatado em 1º lugar com a forte equipe dos EUA e um conjunto de cada país foi ao desempate em busca do ouro.

A equipe brasileira durante o desfile das Nações em Spruce Meadows 2017 ; img: Rogerio Saito

Primeira a largar foi a top norte-americana Beezie Madden com Darry Lou que zerou em 39s21. Escalado pelo técnico Pedro Paulo Larcerda, Pedro Muylaert com Prince Royal Z MFS foi ao desempate e também zerou mas um pouquinho mais lento, 39s75, e o Brasil fechou com medalha de prata. A Alemanha foi bronze com 9 pontos perdidos, seguido pelo Canadá, Bélgica, França, Suíça e Itália. Vale lembrar o Brasil vem de importantes com dois ouros no CSIO5* de Hickstead na Inglaterra, em 28/7, e CSIO3* Samorin na Eslováquia há uma semana, em 1/9.

“Estamos muito satisfeitos com mais um importante resultado em Copa das Nações e essa medalha de prata tem gostinho de ouro, ainda mais considerando que não pudemos contar com descarte no segundo percurso”, destacou Ronaldo Bittencourt Filho, presidente da Confederação Brasileira de Hipismo.

Histórico brasileiro no CSIO5* Spruce Meadows

Em 2015, o Brasil foi campeão com Pedro Veniss / Quabri de L’Isle, Felipe Amaral / Premiere Carthoes, Eduardo Menezes / Quintol e Rodrigo Pessoa / Status. Já em 2016 Pedro Veniss / Quabri de L’Isle, Eduardo Menezes / Quintol, Felipe Amaral / Premiere Carthoes e Yuri Mansur / Quartz de la Lande garantiram a prata após desempate com a Suíça.

Rumo a Final da Copa das Nações FEI 2017 em Barcelona

O Brasil também está confirmado na Final das Copas das Nações FEI no CSIO5* de Barcelona, entre 28/9 e 1/9. A lista de inscritos por ordem alfabética é a seguinte: Eduardo Menezes – Caruschka 2 / Quintol, Marlon Modolo Zanotelli – Celena VDL / Extra Van Essene, Pedro Junqueira Muylaert – Chacote / Prince Royal Z MFS, Pedro Veniss – For Felicila / Quabri de L Isle e Yuri Mansur – Babylotte / Inferno. As respectivas montarias e o cavaleiro reserva serão definidos mais próximo à data da competição.

Equipe Campeã EUA – 8 pp – desempate 0/39s21
Beezie Madden / Darry Lou – 0/0 – 0/39s21
Lauren Hough / Waterford – 4/0
Charlie Jacobs / Cassinja S – 4/0
Lillie Keenan / Fibonacci 16 – 4/4

Vice Brasil – 8 pp – desempate – 0/39s75
Pedro Junqueira Muylaert / Prince Royal Z MFS – 0/4/ – 0/39s75
Yuri Mansur / Babylott – 0/0
Pedro Veniss / Quabri de L Isle – 0/0
Eduardo Menezes / Quinto – Eliminado

3ª colocada Alemanha – 9 pp
Patrick Stuhlmeyer / Lacan 2 – 0/4
Holger Wulschner / BSC Cha Cha Cha- 1/4
Marco Kutscher / Clenur – 5/0
Philipp Weishaupt / Solitaer41 – 0/16

Acesse o site oficial do CSIO de Spruce Meadows

Fonte: Imprensa CBH

Rodrigo Sarmento com Calvorado JMen, dupla recordista de vitórias em provas de velocidade, papa mini GP nos 82 anos do CHSA

Na noite da sexta-feira, 9/9, o mini GP / Copa Ouro, a 1.35 metro, levantou a torcida durante o Concurso de Salto Internacional e Nacional do 82º Aniversário do Clube Hípico de Santo Amaro. Foram 76 os conjuntos em pista e 22 conjuntos protagonizaram um acirrado de desempate. Último a largar, o cavaleiro top de Minas Gerais Rodrigo Sarmento com Calvardo JMen, de 16 anos, fez jus a sua condição de cavalo recordista em vitórias em provas de velocidade. Rodrigo e Calvorado JMen cruzaram a linha de chegada com pista limpa em 33s07. “Já perdi a conta do número de vitórias com Calvorado”, garantiu Rodrigo. O Brasileiro de Hipismo filho de Chronic JMen começou sua arrancada de conquistas ainda sob a sela do cavaleiro Guilherme Ciampi.

Rodrigo Sarmento e Calvorado JMen dupla praticamente imbatível em provas de velocidade

Com categoria Marcelo Gozzi, cavaleiro Junior da casa convocado para o Sul Americano da Juventude 2017, garantiu o vice Cathaar Z, pista limpa na mesma casa decimal do vencedor, 33s31.

Marcelo e Cathaar Z deram show de categoria

Em 3º lugar chegou Fernando Nascimento Saragioto com FM Dom Melchor, por São Paulo, sem faltas, 34s49. Em 4º lugar chegou o jovem talento de Santa Catarina Rodrigo Jardim da Rosa com Pronkensberg Sandro ML, sem faltas, 34s76. O top paulista José Luiz Guimarães de Carvalho montando Echuka, emplacou em 5º lugar, pista limpa, 35s25. Completou o pódio na 6ª colocação Bruno Chaves Pessanha com Carabella BR, sem faltas,36s30, por São Paulo.

O campeão e demais classificados com os anfitriões Francisco Mari e Toninho Sanches, respectivamente, presidente e diretor do CHSA

Programação Nesse sábado, 9/9, o destaque é o Clássico, a 1.45 metro, a partir das 18h00 e no domingo, 10, a partir das 14h30 rola do GP World Cup Qualifier e Ranking Brasileiro, a 1.50/1.55 metro. Ao todo serão disputadas nada menos que 41 provas de 1 a 1.55 metro com mais de 1600 inscrições. A entrada é franca.

 

Com a fonte: CBH ; fotos: Luis Ruas

Zé Reynoso vence e Marcelo Chirico emplaca em 2º na 1ª prova Internacional nos 82 anos do CHSA

Na primeira prova Internacional do 82º Aniversário do Clube Hípico de Santo Amaro, nessa sexta-feira, 8/9, foram 30 os conjuntos no percurso a 1.45 metro, disputado direto ao cronômetro, com armação do course-designer internacional Anderson Lima. Mostrando estar em plena forma, José Roberto Reynoso Fernandez Filho, sócio da SHP e do CHSA, com Maestro St Lois, dupla que defendeu o Brasil em Londres 2012, não deu chances aos adversários e garantiu a vitória sem faltas em 57s55.

Zé Roberto e Maestro St Lois a caminho da vitória e em busca do hepta no GP

Em 2º lugar chegou o cavaleiro uruguaio Marcelo Chirico, campeão do GP do CHSA em 2014, que montando QH Baloudarc LF fez pista limpa, em 57s64.

Marcelo e QH Baloudarc LF chegou perto da vitória 

Já o 3º posto foi novamente para Zé Roberto, dessa feita, apresentando Azrael W Sanol Dog Protécncia, sem faltas, 59s24.

Zé com seu Azrael W, dupla vencedora do GP nos 81 anos do CHSA

Ao todo 18 conjuntos zeraram o percurso e agora se prepraram para disputar o GP do Clube Hípico de Santo Amaro, válido pela 5ª etapa do ranking brasileiro Senior Top e etapa qualificativa da Liga Sul Americana para Final da Copa do Mundo 2018, em abril, em Paris.

Zé Reynoso é hexacampeão da principal disputa do Aniversário. Em 2001 e 2002 (anos em que não teve GP), Zé Roberto venceu os Derbys montando Casco Z. Já em 2013, 2015 e 2016, o cavaleiro foi campeão, respectivamente, montando Long Neck, Landritter do Feroleto e Azrael W. “Agora vou trabalhar os cavalos um pouco amanhã para dar tudo certo e no domingo, se Deus quiser, conquistar o hepta”, destacou Zé Roberto, 37, atual bicampeão brasileiro senior top 2015/2016.

Na contagem do Ranking Brasileiro Senior Top (rendimento máximo), após quatro de nove etapas, a liderança está nas mãos cavaleiro pan-americano paulista Artemus de Almeida, vice-campeão brasileiro senior top 2017, com 176,5 pontos. Em 2º lugar lugar vem o carioca radicado em São Paulo, Felipe Amaral, reserva na Rio 2016 e que recém conquistou o bicampeonato brasileiro senior 2013/2017, 150 pontos. Ambos a postos no GP do CHSA. Já na 3ª colocação está o cavaleiro olímpico da casa José Roberto Reynoso Fernandez Filho, bicampeão brasileiro 2015/2016 e hexacampeão do GP do CHSA, 120 pontos.

Programação Ainda nessa sexta-feira, 8, acontece sempre concorrida Copa Ouro, a 1.35 metro. No sábado, 9/9, o destaque é o Clássico, a 1.45 metro, a partir das 18h00 e no domingo, 10, a partir das 14h30 rola do GP World Cup Qualifier e Ranking Brasileiro, a 1.50/1.55 metro. Ao todo serão disputadas nada menos que 41 provas de 1 a 1.55 metro com mais de 1600 inscrições. A entrada é franca.

Prova Internacional 1.45 metro
1º José Roberto Reynoso Fernandez Filho / Maestro St Lois – BRA – 0/57s55
2º Marcelo Chirico Ferreira / QH Baloudarc LF – URU – 0/57s64
3º José Roberto Reynoso Fernandez Filho / Azrael W Sanol Dog Protécnica – BRA – 59s24
4º Stephanie Maciera / Rondon Pleasure – BRA – 60s23
5º Francisco Musa / Sharpova – BRA – 61s67
6º Victor Mariano Luminatti / Homer van de Barbelus – BRA – 0/61s74

CSI-W e CSN Clube Hípico de Santo Amaro
Rua Visconde de Taunay, 508
Entrada Franca
Estacionamento: R$ 25

Programação e Resultados.

Seletiva brasileira para Final FEI Children 2017 agita Hípica Paulista

A seletiva brasileira para Final FEI Children 2017 começa nesta sexta-feira, 1/9, e segue no sábado, 2/9, na Sociedade Hípica Paulista, em São Paulo (SP) com representantes de 25 jovens talentos que buscam uma vaga na competição. Promovido e organizado anualmente pela Federação Equestre Internacional e reunindo amazonas e cavaleiros com idade entre 12 e 14 anos, o FEI Children tem seletivas em diversos países com o objetivo de selecionar os 16 melhores conjuntos da categoria, com participação máxima de dois conjuntos por país. Estes 16 melhores do mundo se juntam a outros 16 conjuntos do país anfitrião palco da Final que é feita em rodízio por países.

Maithe Marino com Donadoni BH, atual medalhista de bronze brasileira da categoria Mirim, está entre os inscritos

Os percursos de todas as seletivas são idênticos e este ano foi idealizado pelo suíço Gérard Lachat. A execução dos percursos é feito por um profissional de cada país, e na seletiva brasileira a função será compartilhada por dois experts: Lucia Faria Alegria e Carlos Alberto Raposo Lopes.

Em todas as seletivas os percursos são idênticos e este ano foi idealizado pelo suíço Gérard Lachat e executado por course designer de cada país. No Brasil, esta função está sendo de dois experts: Lucia Faria Alegria e Carlos Alberto Raposo Lopes.

Programação

Em todas as seletivas são realizados quatro percursos, dois por dia, divididos em duas provas. Na seletiva brasileira, onde a disputa é na pista de grama, a prova 1 acontece nesta sexta-feira, 1/9, a partir das 13h00 com o percurso “A” com obstáculos a 1,10m; o percurso “B”, com obstáculos a 1,20m começa às 14h00. A prova 2 é atração do sábado, 2/9, com o percurso “A” e obstáculos a 1,10m às 13h00 e o percurso “B” às 15h30 com obstáculos a 1,20m. A soma do resultado dos dois dias é enviada para Federação Equestre Internacional e os 16 melhores conjuntos a nível mundial (máximo de dois por país) são convocadaos para Final do FEI Children 2017 que acontece na virada do ano, entre 28/12/2017 e 1/1/2018 em Pequim, na China.

Quem pode participar da seletiva

Estão aptos a participar da seletiva amazonas e cavaleiros brasileiros que competem na categoria Gold com obstáculos de 1,10m / 1,30m e que nasceram entre 01 de janeiro de 2003 a 31 de dezembro de 2005, ou seja, atletas que completam de 12 a 14 anos até o final de 2017. Cada concorrente pode participar com dois cavalos, mas é necessário indicar após a inspeção veterinária, em 31/08, qual dos animais concorre ao FEI Children.

O Brasil na Final do FEI Children

Em 2013 a final FEI Children foi em Brasília e teve Brasil no placar com Paulo Roberto Brasileiro de Miranda, medalha de prata e Filipe Baratella Risi, bronze. Em janeiro de 2012, a Final 2011 do Fei Children´s International Jumping foi em Hong Kong e teve como campeã a brasileira Sarah Vasconcellos, também ouro por equipes. Em 2002 a final também foi na capital brasileira e o pódio foi 100% verde amarelo: Maira Machado Pinheiro, ouro, Fabio Genes, prata, Fernando Pasmanick Schilis, bronze. Em 2003, no Canadá, Fabio Genes honrou o Brasil com a dalha ouro.

Na última final, Lys Katherine Park Kang e Rafaela Dias Melo, respectivamente, campeã e vice da seletiva brasileira em 2016, representaram o Brasil na Final em Guadalajara em janeiro 2017. Lys garantiu o 4º posto individual.

Ordens de Entrada e Resultados

Fonte: Imprensa CBH ; foto: Tupa Vídeo

Karina, Flavia, Sofia e Jane: campeãs paulistas Amazonas 2017

Foram três dias de disputa 100% feminina na Sociedade Hípica de Campinas, entre 25 e 27/9, corriqueiro e tradicional palco do evento mais charmoso do ano: o Campeonato
Paulista de Amazonas. Foram disputados os títulos estaduais e por equipes em quatro categoria: 1, 1.10, 1.20 e 1.30 metro, com altura elevada em cinco centímetros nas
finais individuais. Em parelelo também rolou o Paulista de Amazonas Iniciantes. Amazonas de todos as idades competindo em condições de igualdade e, muitas vezes, em família.

Na categoria Amazonas Top, valeu a experiência da amazona top Karina Goldmann Lemos Torres que já perdeu a conta de títulos paulistas na categorias, número que a
representante do CHSA estima em oito. Karina e Wignina, cedida pelo cavaleiro Marcelo D Arienzo e Claire Bays e E3I Kideo D´Alleume, pela Estância 3 Irmãos, fecharam a 3ª prova totalizando 4 pontos e foram ao desempate pelo ouro. Com uma falta, em 42s22, Karina e Wingina garantiram mais um título para coleção. Clarie e Kideo, que acabaram eliminados no desempate, ficaram com o vice-campeonato.

Karina e Wingina em perfeita sintonia

O bronze também teve desempate entre dois conjuntos com oito pontos. Por Santo Amaro, Lucia Maria Rivas Fernandez, campeã paulista 2016, dessa vez montou Loreley, cedida pelo cavaleiro Rodrigo Moraes, conquistou bronze, em percurso sem faltas, em 36s64, deixando Thais Balbino de Souza com Pic Pic Une Aimmee, que zerou em 38s88, por Ribeirão Preto, na 4ª colocação.

Na categoria Amazonas a decisão pelo ouro, prata e bronze teve desempate entre três amazonas santamarenses zeradas ao final da terceira prova. Montando sua Crystal
Santa Dalila, Flavia Helena Junqueira Lopes voltou a zerar em 38s48, conquistou o bicampeonato consecutivo. Mariana Moraes de Barros e seu SL Bizu fez uma falta em
35s97. A jovem amazona Gabriela Lemos Torres, filha da campeã Karina, com Roxane Equiprime acabou fechando com 13 pontos e a medalha de bronze.

Flavia e Crystal Santa Dalila

A categoria Amazonas A 1.10 metro foi concorridíssima. Dos 51 conjuntos, 12 sem faltas habilitaram-se ao desempate na corrida pelo pódio e nove voltaram a zerar.
Sagrou-se campeã Sofia Drago Mendes com Topthorn Chin Chin que cruzou a linha de chega em 38s28.

Comemoração no pódio do Paulista Amazonas A

Finalmente na categoria Amazonas B, 1 metro, dos 53 conjuntos , cinco chegaram ao final da terceira prova e também voltaram a zerar o desempate valendo a melhor aproximação ao tempo ideal de 35 segundos. Sagrou-se campeã Jane Giltrup montando Cyrano JMen pelo Manège Amma. Por Santo Amaro, Maria Cochrane Pucci com Lord List foi 4ª colocada em mais uma apresentação, sem faltas, em 31s70.

As campeãs do Paulista Amazonas B com direito a festa no pódio

Paulista Amazonas Top – 17 conjuntos

Campeã Karina Goldmann Lemos Torres / Wingina – CHSA – 4 pp – 4/43s22
Vice Claire Bays / E3I Kideo D Alleaume – E3I – 4 pp – EL
3º Lucia Maria Rivas Reynoso Fernandez / Loreley JMen – CHSA – 8 pp – 0/36s64
4º Thais Balbino de Souz / Pic Pic Une Aimee – SHRP – 8 pp – 0/38s88
5º Carolina Souza Chade / Flying High das Umburanas – SHP – 9 pp
6º Anna Cristina Nistal Nunes Dias / Hold Me – CHGV – 11 pp

Paulista Amazonas 1.20 metro – 30 conjuntos

Campeã Flávia Helena Junqueira Lopes / Crystal Santa Dalila – CHSA – 0 pp – 0/38s48
Vice Mariana Moraes de Barros / Sl Bizu – CHSA – 0 pp – 4/35s97
3º Gabriela Lemos Torres / Roxane Equiprime – CHSA – 0 pp – 13/51s63
4º Fernanda Ribeiro de Araujo / Frederico SI – CHSA – 4 pp
5º Carmen Negrão Nscimento / CT Anna Bolena – SHC – 4 pp
6º Isabella Bretthauer / FM Dior – CHSA – CHSA – 4 pp

Amazonas A 1.10 metro – 51 conjuntos

Campeã Sofia Lanzoni Drago Mendes / Topthorn Chin Chin – Manège VB – 0 pp – 0/38s28
Vice Viscelli Oazen Lua / Electra GR – CHGV – 0 pp – 38s52
3º Jimena Cervino / Gama Gentileza – CESB – 0 pp – 38s64
4º Pietra Carolina Bizzotto / Carolina JMen – CESB – 0 pp – 39s17
5º Sofia Rivera Porto / Latin Lover JC – CHGV – 0 pp – 39s75
6º Pietra Carolina Bizzotto / Dona ML – CESB – 0 pp – 40s95

Amazonas B – 1 metro – 53 conjuntos

Campeã Jane Giltrup / Cyrano JMen – Manège Amma – 0 pp – 0/33s98
Vice Mariana Serra Azevedo / Skalibur SH – HRAS – 0 pp – 0/33s52
3º Luisa Silva Parolin Ribeiro / Tempestade Santa Rosa – SHRP – 0 pp – 0/32s86
4º Maria Cochrane Pucci / Lord List – CHSA – 0 pp – 0/31s70
5º Nadia Naira de Carvalho Gomieri / Salamandra New Rex – SHRP – 0 pp – 0/4s53
6º Rafaela de Nardo Venancio / Onix – HMA – 1 pp

Resultado completo

Fotos: Gabriela Lutz e Tupa Vídeo