Carioca Tiago Mesquita fatura GP da Copa São Paulo e Zé Reynoso, tri, é vice

Na final do Concurso de Salto Nacional 46ª Copa São Paulo, mais tradicional evento hípico do país, na Sociedade Hípica Paulista, na tarde desse domingo, 4/6, o carioca Tiago Mesquita montando Baptista foi o grande campeão do GP Troféu Roberto Luiz Joppert. A disputa foi válida pela 3ª de 9 Etapas do Ranking Brasileiro Senior Top e teve premiação total de R$ 80 mil.

Tiago e Baptista a caminho da vitória

Dos 33 conjuntos na 1ª volta, conforme a regra, os 12 melhores – cinco sem faltas e sete com apenas um derrube – habilitaram-se ao desempate idealizado pelo course-designer internacional Helio Pessoa. Até o penúltimo conjunto, a liderança vinha em mãos do tricampeão da Copa São Paulo, o cavaleiro olímpico paulista José Roberto Reynoso Fernandez Filho com seu Maestro St Lois, que registrou um derrube e fez pista limpa na 2ª, em 49s70.

Zé Reynoso com seu Maestro St Lois

Tiago e Baptista, um cavalo sela holandês de 10 anos, dupla que no ano passado bateu na trave com uma falta no último obstáculo e ficou na 7ª posição, precisava apenas zerar e dessa vez cumpriu a missão. Cuidadoso Tiago levou Baptista à vitória com duplo zero, em 60s51.

Merecida comemoração do campeão

“Acho que é muito gratificante ganhar um GP com esse com tanta importância. Já bati na trave várias vezes com 4º, 6º e 7º lugares e, dessa vez, deu tudo certo”, destacou Tiago, 31, que monta em seu Haras Beira Rio, em Itapaiva, e na Sociedade Hípica Brasileira, no Rio. “Quero muito agradecer a Isabel Celso Meira, proprietária do Baptista, que me apoia com bons cavalos e nos concursos há sete anos”, disse Tiago, que foi campeão brasileiro senior em 2010, vice no tradicional GP The Best Jump em Porto Alegre, entre muitas outras conquistas. Ainda no pódio, Zé Reynoso, bicampeão da senior top 2015/2016 e tricampeão da Copa São Paulo 2014/2015/2017, brincou: “foi por pouco, dessa vez o Tiago estragou a minha festa.”

A 3ª colocação ficou com o jovem talento carioca Victor Mariano Luminatti com Homer van de Barlebuis, que fez um derrube na 1ª volta e zerou a 2ª em 40s81.

Victor e Homer van de Barlebuis

Artemus de Almeida com seu Cassilano JMen, dupla que venceu a prova a 1.45 metro na sexta-feira 2/6, ficou em 4º lugar, com uma falta no penúltimo obstáculo, em 51s72, resultado manteve Artemus na liderança do ranking brasileiro Senior Top. O cavaleiro reserva do Time Brasil na Rio 2016 Felipe Amaral com Premiere Carthoes BZ garantiu o 5º posto, um derrube no último obstáculo da 2ª volta, em 52s26. E, finalmente, a 6ª colocação foi para Bruno Chaves Pessanha e Transwaal Allouete van Het, oito pontos, 46s63.

Artemus de Almeida mantém liderança Ranking Brasileiro Senior Top: confira as regras

Após a 3ª de 9 Etapas do Ranking Brasileiro Senior Top, Artemus de Almeida segue líder do ranking brasileior Senior Top agora com 116,50 pontos e Zé Reynoso vem em 2º com 88 pontos. Todas as nove etapas do ranking brasileiro senior top com exceção da 4ª Etapa que culmina com o Campeonato Brasileiro devem obrigatoriamente realizar uma prova preparatória com chamada mínima de 1,45m e o Grande Prêmio com chamada mínima de 1,50m, em que a prova preparatória tem peso 1 na contagem de ponto e o Grande Prêmio, 1.5. No Campeonato Brasileiro Sênior Top 2017 as duas provas têm peso 02 e não podem ser descartadas. Cada etapa tem premiação mínima de R$ 80 mil no Grande Prêmio, e mínima de R$ 15 mil na prova preparatória. A premiação do Campeonato Brasileiro será divulgada em breve. O campeão do ranking brasileiro senior top 2017 também levará um carro O km. A 4ª etapa acontece no Campeonato Brasileiro Senior Top 2017, na Sociedade Hípica Paranaense, entre 3 e 6 de agosto. Esse ano, o Campeonato Brasileiro segue sendo parte do ranking, porém define o campeão brasileiro e as nove etapas o ranking brasileiro senior top.

Artemus e Cassilano JMen, garanhão BH de apenas 10 anos, em franca ascensão

“O Cassilano vem muito constante sempre com boas chances de estar entre os primeiros. Monto ele desde os 5 anos e nossa meta é disputar uma vaga na equipe brasileira nos Jogos Equestres Mundiais 2018 e nos Jogos Panamericanos 2019”, pondera Artemus, vice-campeão brasileiro senior top em 2014 e 3º em 2016.

Ranking Brasileiro Senior Top

4ª Etapa CBS – Campeonato Brasileiro Senior TOP – 03 a 06 de agosto – SHPr – PR
5ª Etapa CSI-W** 40º Cidade Rio de Janeiro – 17 a 20 de agosto – SHB – RJ
6ª Etapa CSN 82º Aniversário do CHSA – 06 a 10 de setembro – CHSA – SP
7ª Etapa CSI-W** Indoor – 20 a 24 de setembro – SHP – SP
8ª Etapa CSN Agromen – 11 a 15 de outubro – Orlandia – SP
9ª Etapa e Final CSN Top Rider – 07 a 10 de dezembro – SHB – RJ

Resultado completo

 

Com  SHP; fotos: Luis Ruas

Em grande fase Artemus de Almeida com Cassilano JMen papa prova 1.45 metro, o esquenta para o GP da Copa São Paulo

Até domingo, 4/6, a Sociedade Hípica Paulista recebe a elite do hipismo brasileiro. No GP que encerra a 46ª São Paulo, José Roberto Reynoso Fernandez Filho, que busca o tri, Felipe Amaral, Doda Miranda, entre outros, estão entre os favoritos. A entrada é franca.

Nessa sexta-feira, 2/6, Artemus de Almeida, líder do ranking brasileiro senior top 2017, levou Cassiliano JMen, à vitória, a 1.45 metro, principal dispuuta do dia, na 46ª Copa São Paulo, na Sociedade Hípica Paulista. A armação de pista esteve a cargo do course-designer internacional Helio Pessoa e dos 41 conjuntos, 18 foram ao desempate. Artemus e e Cassilano JMen, um cavalo Brasileiro de Hipismo de 10 anos, não deu chances aos adversários e venceu sem faltas em 33s82.

Artemus e Cassilano JMen em alta velocidade rumo a vitória; img: Gabriela Lutz

Montando Dimensional Landritter do Feroleto, que zerou em 35s23. A 3ª posição ficou com o tetracampeão brasileiro senior top Francisco Musa em sua estreia montando Sharapova MCJ, pista limpa, 36s41. Coincidentemente todas os três primeiros cavalos são de criação nacional e passaram pelas mãos do vencedor Artemus.

Fernando e seu Dimensional Landritter do Feroleto; img: Luis Ruas

Para o GP, a 1.50 metro de domingo, 4/6, válido pela 3ª de nove etapas do ranking brasileiro senio top, Artemus está otimista. “O Cassilano vem muito constante sempre com boas chances de estar entre os primeiros. Monto ele desde os 5 anos e nossa meta é disputar uma vaga na equipe brasileira nos Jogos Equestres Mundiais 2018 e nos Jogos Panamericanos 2019”, pondera Artemus, vice-campeão brasileiro senior top em 2014 e 3º em 2016.

Outro favorito é José Roberto Reynoso Fernandez Filho que vem de tricampeonato consecutivo no GP da Copa São Paulo. Hoje, Zé Roberto bateu na trave com Maestro St Lois, fechando com uma falta, em 33s76, melhor tempo do desempate. “Quero fazer o melhor para brigar pela liderança do ranking brasileiro e, se minha estrela brilhar, conquistar o tetra no GP”, afirma Zé Roberto, 37. Seu pai José Roberto Reynoso Fernandez, o Alfinete (in memoriam), é o maior vencedor na história da competição com o hexacampeonato no GP.

Zé Roberto e seu Maestro St Lois no desempate: uma falta no último obstáculo; img: Gabriela Lutz

Também estão entre os destaques, o medalhista olímpico Doda Miranda com sua nova montaria Flying High das Umburanas e o cavaleiro reserva na Rio 2016 Felipe Amaral com Carthoes BZ. Ambos fizeram pista limpa prova a 1.45 dessa sexta.

Doda e seu Flying High das Umburanas ; img: Luis Ruas

No sábado, 3/5, o Clássico, a 1.40 metro, com início às 13h30 e R$ 50 mil em jogo, é a principal disputa. No domingo, 4/5, o GP Troféu Roberto Luiz Joppert, a 1.50 metro, a partir das 14h30 com R$ 85 mil em premiação, encerra a mais antiga competição de hipismo do país.

Prova – 1.45 metro

1º Artemus de Almeida / Cassilano JMen – FPH – 0/33s82
2º Fernando Schilis / Dimensional Landritter do Feroleto – FPH – 0/35s23
3º Francisco Musa / Sharapova – FPH – 0/36s41
4º Stephanie Macieira / Randon Pleasure – FEERJ – 0/36s89
5º Thiago Mattos / Hermès do Santo Antonio – FEERJ – 0/40s30
6º Felipe Lopes Morgan / Top Team Chantilly – FHMG – 0/41s66

 

Ordens de Entrada e Resultados e Transmissão ao Vivo

 

Via CBH com a fonte: SHP; fotos: Gabriela Lutz e Luis Ruas

Show de hipismo na Hípica Paulista na 46ª Copa São Paulo

Está chegando a hora do Concurso de Salto Nacional 4* 45ª Copa São Paulo, mais tradicional evento hípico do país, que agita a Sociedade Hípica Paulista, entre 31/5 e 4/6. Serão disputadas 31 provas, começando pela Copa Nacional de Cavalos, provas para amadores, jovens talentos e a categoria senior top (rendimento máximo) com premiação total de R$ 220 mil. Frente a armação dos percursos na pista de grama, palco das principais provas, está o course-designer internacional Helio Pessoa que tem Rafael Ferrarez como assistente e na pista areia e picadeiro coberto, Carlos Alberto Raposo Lopes, também armador internacional, é o responsável pelos traçados.

Artemus de Almeida com Cassilero JMen, atual líder do ranking brasileiro senior top, em ação na Copa São Paulo 2016

São duas as principais disputas: o Clássico, a 1.40 metro, no sábado, 3/5,com início às 13h30 e R$ 50 mil em jogo, e no domingo, 4/5, o GP Troféu Roberto Luiz Joppert, a 1.50 metro, a partir das 14h30 com R$ 85 mil em premiação. O GP também é válido pela 3ª de 9 etapas do Ranking Brasileiro Senior Top 2017. O líder da competição é o cavaleiro pan-americano Artemus de Almeida, 71 pontos, seguido pelo jovem talento Alberto Sinimbu, 68,5 pontos, e José Roberto Reynoso Fernandez Filho, 66,5 pontos.

O cavaleiro olímpico Zé Roberto Reynoso, que vem de tricampeonato consecutivo no GP da Copa São Paulo 2014/2015/2016 e bicampeonato brasileiro Senior Top 2015/2016, vai competir com Maestro St Lois, de 18 anos e sua montaria em Londres 2012, e Azrael W, 12 anos, na série principal. “Quero fazer o melhor para chegar perto da liderança do ranking brasileiro e, se minha estrela brilhar, conquistar o tetra”, afirma Zé Roberto, 37. Seu pai José Roberto Reynoso Fernandez, o Alfinete (in memoriam), é o maior vencedor na história da competição com o hexacampeonato no GP.

Zé Roberto com Maestro St Lois na conquista do tricampeonato do GP da Copa São Paulo em 2016

O líder do ranking brasileiro Artemus de Almeida tem como principal montaria Casiliano JMen, um cavalo Brasileiro de Hipismo de 10 anos que está em franca ascensão, que foi vice-campeão do GP e 4ª na primeira prova na 1ª etapa do ranking brasileiro Senior Top em Porto Alegre e na 2ª etapa em Curitiba ficou em 4º lugar na primeira prova e no GP. “O Casiliano vem muito constante sempre com boas chances de estar entre os primeiros. Monto ele desde os 5 anos e nossa meta é disputar uma vaga na equipe brasileira nos Jogos Equestres Mundiais 2018 e nos Jogos Panamericanos 2019”, destaca Artemus, vice-campeão brasileiro senior top em 2014 e 3º em 2016.

Já o jovem talento Alberto Sinimbu, que treina com Artemus de Almeida, além de vice líder senior top também vem em 1º lugar e em busca do bi no Hermès Young Talent, disputa para jovens talentos entre 16 e 25 anos concorrendo a uma clínica com o campeão olímpico Rodrigo Pessoa, que chega a 3ª de cinco etapas no Clássico da Copa São Paulo.

Também estarão a postos, os tops da casa José Luiz Guimarães de Carvalho, Bartholomeu Bueno de Miranda, Fabio Sarti, Giulia Scampini, Ana Samaia, o medalhista olímpico Doda Miranda e o vice-campeão brasileiro senior top 2016 e medalhista pan-americano Cesar Almeida, o tetracampeão brasileiro Francisco Musa, o cavaleiro pan-americano Felipe Amaral, entre muitos outros.

Prova Show Knock Down Baume & Mercier e atrações paralelas

No sábado, 3/5, a partir das 18h30, outro ponto alto promete ser a prova show Knock Down, a 1.35 metro, em que após a primeira passagem, os oito melhores conjuntos se enfrentam na 2ª fase, depois os quatro melhores e, finalmente, os dois melhores. O campeão leva um relógio Baume & Mercier e demais classificados do 2º até 8º lugar dividem o prêmio total de 100% das inscrições arrecadadas.

Para as crianças também não vai faltar diversão com área Kids e monitores e direito a passeio em pôneis no sábado e domingo, 3 e 4/6, das 13h00 às 17h00. Também haverá apresentações de adestramento, volteio e atrelagem.

Programação completa

Serviço
46ª Copa São Paulo
31/5 a 2/6
Sociedade Hípica Paulista
Rua Quintana, 206
Entrada Franca
Estacionamento: R$ 25,00

Lucio Osório com o BH Txai R vence 2º GP da temporada no Ranking de Salto SHP

Na tarde desse sábado, 27/5, foram 23 conjuntos os conjuntos que largaram no GP, a 1.40 metro, na 6ª Etapa do Ranking de Salto Sociedade Hípica Paulista. Ao todo, nove habilitaram-se ao desempate idealizado pelo experiente course-designer Gabriel Malfatti com premiação de R$ 40 mil. Lucio Osório com Txai R, um BH filho de Roebel Z em Turandot em plena forma aos 16 anos e de propriedade e criação de Romeu Ferreira Leite Jr, venceu o GP com percurso limpo em 38s39. A mesma dupla também faturou o GP da 4ª Etapa em 23/4.

Lucio Osório com Txai R, BH fillho de Roebel em plena forma aos 16 anos

Sagrou-se vice campeão Bartholomeu Bueno de Miranda, o Totty, com Equus Group Fandango M, um BH filho de Emilion em Corinna M de 8 anos de propriedade de Caio Costa, percurso limpo, 39s55. Totty também garantiu o 3º posto com Equus Group Zippo, pista limpa, 39s27.Aparecem da 4ª à 6ª colocação Francisco Musa com Enjoy da Cabana, sem faltas, 46s84, André Miranda montando Desteny e Ana Samaia com Escadron, ambos com um derrube, em 39s52 e 39s63.

Totty com Fandango M: vice-campeão

Lucio, mineiro de 25 anos radicado em São Paulo, estava satisfeito. “Monto o Txai R há cerca de um ano. Ele é um cavalo experiente e especialista nos GPs, a 1.40 metro. O desempate ficou bom pra ele com curvas favoráveis a seu desempenho. Agora semana que vem na Copa São Paulo, ainda vamos escolher se vamos disputar a série de 1.40 ou 1.50 metro.”

A 6ª Etapa do Ranking SHP segue nesse domingo, 28/5, com mais cinco provas e destaque para o mini GP, a 1.35 metro, com início previsto para as 14h30. Já partir de quarta-feira, 31/5, até domingo, 4/4, a casa recebeu o 46º Concurso de Salto Nacional Copa São Paulo com participação de mais 500 conjuntos de todo o Brasil.

Para assistir a 6ª Etapa do Ranking SHP ao Vivo e conferir Ordens de Entrada e Resultados – clique aqui.

Fonte: SHP com fotos: Luis Ruas

Entre 20 e 23/4 | 4ª Etapa do Ranking de Salto SHP tem R$ 68 mil premiação

O final de semana do Feriado de Tiradentes, entre 20 e 23/4, será agitado na Sociedade Hípica Paulista com a 4ª Etapa do Ranking Salto. Após o sucesso da 3ª Etapa, a premiação está ainda melhor: R$ 68 mil distribuídos da seguinte forma: na sexta-feira, 21, tem R$ 8 mil na prova a 1.40 metro, no sábado, 22, R$ 20 mil no mini GP a 1.35 metro, e no domingo, 23, no GP, 1.40 / 1.45 metro, tem R$ 40 mil em jogo.

Lucio Osório com Txai R : 3º colocado no GP do Ranking SHP em 9/4

A exemplo de todas as etapas têm provas para todos os níveis e categorias de 0.60 metro a 1.45 metro. As inscrições estão abertas no e-mail salto@shp.org.br e telefones (11) 5504.6166 e 5504.6167.

Veja a Programa e participe!

 

Artemus de Almeida com Casillero é o campeão GP na 3ª Etapa do Ranking Hípica Paulista

O final de semana foi agitado na Sociedade Hípica Paulista, entre 6 e 9/4, na 3ª Etapa do Ranking, com 803 conjuntos distribuídos em 19 provas de 0.60 a 1.40 metro. Encerrando os quatro dias de muita disputa, 50 conjuntos largaram no GP, a 1.40 metro com R$ 30 mil em premiação, dos quais seis foram ao desempate com armação de Gabriel Malfatti. Ninguém bateu a marca de Artemus de Almeida com seu Cassillero, dupla campeã do GP do SHP Open 2017 em 12/3, que cruzou linha de chegada sem faltas, 34s38, garantindo a vitória.

Artemus e Casillero em ótima forma

Em seu 1º GP, o jovem talento Thales Marino montando Celena deu show e foi vice com pista limpa, 35s07.

Thales e Celena voando em pista

Já na 3ª colocação aparece Lucio Osório montando Txai R, sem faltas, 35s91. Em 4º lugar chegou Daniela de Castro Teixeira apresentando Levantus completando a rodada dos quatro conjuntos sem faltas, em 36s07. Em 33s59, melhor tempo do desempate mas com uma falta, Vitor Teixeira com Amazing Blue Império Egípcio emplacou em 5º lugar. Totty Miranda e Quonfidence cruzaram a linha de chegada com uma falta em 34s50, fechando o pódio na 6ª colocação.

Lucio e Txai R em salto perfeito

No mini GP disputado no sábado, 8/4, a vitória foi de Francisco Musa com Lara Império Egípcio. A 4ª Etapa do Ranking SHP movimenta a casa entre 20 e 23/4.

 

Fonte: SHP ; fotos: Luis Ruas

Luis Piva com Happy Lady vence seu 1º Clássico no Curitiba Summer Tour

Nesse domingo, 26, o Clássico, a 1.45 metro, fechou o 4º Concurso de Salto Nacional Curitiba Summer Tour, que contou com excelente participação, durante cinco dias de competição, entre 22 e 26/3. Sagrou-se campeão o jovem cavaleiro da Sociedade Hípica Paulista Luis Antonio Piva Filho, apresentando Happy Lady, uma sela belga de 9 anos, único conjunto que zerou as duas voltas da disputa, em 55s11 na 2ª. Piva, 22, monta Happy há cerca de 16 meses, e desde então vem colecionando importantes conquistas no circuito estadual e nacional, porém essa foi sua primeira vitória em um Clássico nacional.

Missão cumprida para Luis Piva: campeão do Clássico no Curitiba Summe Tour; img reprodução facebook Bruna Carneiro

Dos 59 conjuntos – os melhores 15% totalizando 15 conjuntos – largaram na 1ª volta e 15 foram para a rodada decisiva com armação de Vailton Jaci Cordeiro. O top carioca com Tiago Mesquita com Batista foi vice, totalizando apenas 4 pontos trazidos da 1ª volta e pista limpa na 2ª, em 48s56, melhor marca entre os cinco conjuntos com uma falta. Já na 3ª colocação aparece o cavaleiro olímpico Stephan Barcha, com Chevaux Zilverstone, um derrube na primeira volta e sem faltas na 2ª, 49s07, por Brasília.

Também olímpicos, Felipe Amaral e Premiere Carthoes BZ, reservas na Rio 2016, fecharam com um derrube, 54s50, por São Paulo. Novamente representando São Paulo. Rodrigo da Silva Reis com Grafite Itapuã, fez uma falta, em 55s67. Pelas cores da casa, Fernando Sperb com Hanna Pullmann, uma falta, 60s61, fechou o pódio na 6ª colocação.

 

Clique aqui para ver o resultado prova a prova.

Fonte: CBH ; foto: Grace Cambraia

Artemus de Almeida montando Cassilero é o campeão do GP na Final do SHP Open

Na tarde desse domingo, 12, o Clássico, a 1.45 metro, fechou o Concurso de Salto Nacional II SHP Open. A disputa contou com 57 conjuntos top nacionais, dos quais conforme a regra os 12 melhores – seis sem faltas, um com um ponto perdido e cinco com uma falta – habilitaram-se à 2ª e decisiva volta com armação do experiente course-designer Carlos Alberto Raposo Lopes. Sagrou-se campeão, o cavaleiro pan-americano paulista Artemus de Almeida montando Cassilero, um holsteiner de 10 anos, com duplo zero falta em 54s02.

Artemus e Cassilero: imbatíveis no GP no II SHP Open

O vice-campeonato ficou com a premiada dupla brasiliense Luiz Felipe Pimenta Alves e VDL Valdez Assolute RG que também fez dois percursos limpos, em 55s42.

Luiz Felipe e VDL Valdez Assolute RG

Sem faltas na 1ª volta e o melhor tempo na 2ª, 50s77, mas com um derrube, o top Felipe Amaral, cavaleiro reserva na Rio 2016, levou Premiere Carthoes BZ ao 3º posto.

Felipe e Premiere Carthoes BZ

“Sem dúvida, estou muito satisfeito com o Cassilero. Ele saltou o Torneio de Verão em meados de fevereiro, já andou muito bem e hoje foi perfeito. A gente tem tem uma parceria boa de dois anos, ele é um cavalo muito constante”, garantiu o campeão Artemus, que treina em seu Manège Querubim, em Itu, no interior paulista.”O traçado estava muito bom, bem técnico, acho que até pelo número de concorrentes tinha que ser assim. Essa conquista é resultado de toda a equipe, da família Gonzaga, proprietários do cavalo, e todos que trabalham conosco.”

Artemus e Cassilero no galope da vitória

O SHP Open 2017 que abriu a temporada nacional da Sociedade Hípica Paulista contou com a participação de cerca de 450 cavalos nas 33 provas de 1.10 a 145 metro, com premiação total de R$ 112 mil. O próximo Nacional de Salto na centenária casa, mais tradicional polo hípico do pais que em 2017 completa 106 anos, é a 46ª Copa São Paulo, entre 1 e 4/6.

Clássico SHP Open 2017

Campeão Artemus de Almeida / M.E.C.G. Cassilero – FPH – 0/0/54s02
Vice Luiz Felipe Pimenta Alves / VDL Valdez Assolute RG – FHBr – 0/0/55s42
3º Felipe Amaral / Premiere Carthoes BZ – FPH – 0/4/50s77
4º André Miranda / Charleston JMen – FPH – 4/0/52s12
5º Cesar Almeida / Cassino Royale – FPH – 0/4/55s15
6º Rodrigo da Silva Reis / Grafite Itapuã – FPH- 0/4/60s74

Resultado completo

Fonte: Imprensa SHP ; fotos: Luis Ruas

Show da jovem amazona Ana Samaia no mini GP do SHP Open

Foi uma tarde especial para a jovem amazona Ana Brentani Samaia, de apenas 18 anos, campeã da Copa Ouro, a 1.35 metro, principal disputa do SHP Open nesse sábado, 11/3, na Sociedade Hípica Paulista. Montando Escadron van Koekshof, Ana zerou o desempate na super marca de 37s53. Dos 63 conjuntos, 13 foram ao desempate no percurso armado por Carlos Alberto Raposo Lopes.

Ana e Escadron van Koekshof voando na pista de grama Gianni Samaia, avô da amazona

Em 2º lugar chegou mais um representante da nova geração do hipismo Rafael Rodrigues Moderno que montando El Santo zerou em 40s02. Já o 3º posto ficou com Pedro Henrique Tavora de Matos montando Germanico T, pista limpa, 41s08.

Rafael com El Sancto

A vitória no mini GP foi a segunda da dupla no SHP Open, que também venceu a prova 1.30 metro, na abertura do Concurso de Salto Nacional, em 9/3. “Essa não é a minha primeira vitória em um mini GP, mas é o primeiro que ganho aqui nessa pista que tem nome em homenagem ao meu avô Gianni Franco Samaia (in memoriam), então é muito legal para mim vencer aqui”, disse Ana, que treina com a amazona Joana Valente. “Estou há menos de um ano com esse cavalo. Ele é importado, mas eu comprei ele aqui no Brasil e desde o primeiro dia já tivemos atuações muito boas. Ele vem me ajudando a subir de categoria muito bem e agora vamos tentar os primeiros GPs, acho que o primeiro em Curitiba daqui a duas semanas”, acrescentou a campeã, que ainda fez um menção especial. “Quero dedicar essa conquista ao meu avô, família e toda minha equipe.”

Ana e Escadron van Koekshof no merecido galope da vitória dentro de casa

Encerrando a competição no domingo, 12/3, acontece o Clássico com obstáculos a 1.45 metro de altura, disputado em duas voltas, a partir das 14h00. Todas as provas no final de semana têm transmissão ao vivo pela portal da Sociedade Hípica Paulista. A entrada é franca.

Copa Ouro / Mini GP – 1.35 metro

Campeã Ana Brentani Samaia / Escadron van Koekshof – FPH – 0/37s53
Vice Rafael Rodrigues Moderno / El Santo – FPH – 40s02
3º Pedro Henrique Tavora de Matos / Germanico T – FPH- 0/41s08
4º Tais de Souza Arruda / Top Horse Deja Vu – FPH – 0/42s46
5º Stephan Barcha / Chevaux Zilverstone – FHBr – 4/35s93
6º Renato Junqueira Arantes / Farah Império Egípcio – 4/39s02

Resultado completo e Transmissão ao Vivo

Com SHP ; fotos: Luis Ruas  / divulgação

Andrea Muniz com Maloubet Xangô vence 1ª prova a 1.40 metro no SHP Open

Nessa sexta-feira, 10/3, teve páreo duro na primeira prova a 1.40 metro no Concurso de Salto Nacional SHP Open. Dos 56 conjuntos, 16 habilitaram-se ao desempate com armação de Carlos Alberto Raposo Lopes. Ao final quem levou a melhor foi a sempre competitiva dupla Andrea Guzzo Muniz Ferreira com Maloubet Xangô, uma filha de Baloubet du Rouet de 9 anos, que zerou em 30s86.

Andrea e sua Maloubet Xangô, uma égua BH, filha de Baloubet du Rouet

De fato, os conjuntos voltaram a mostrar alto nível técnico no desempate, uma vez que nada menos que 10 voltaram a zerar. O cavaleiro da casa Fernando Pasmanik Schilis com seu Dimensional Landritter do Feroleto II foi vice, 31s34. Já a 3ª posição coube a Lucio Osorio com Txai R, 31s40. Todos os três pelas cores de São Paulo.
Pela manhã na primeira prova a 1.35 metro disputada direito ao cronômetro, o cavaleiro olímpico carioca que representa Brasília Stephan Barcha garantiu a vitória no dorso de Chevaux Zilverstone, sem faltas, 58s45, superando demais 55 conjuntos.

Stephan e Chevaux Zilverstone

Na série Amador Top, a 1.30 metro, vitoria ficou com a catarinense Victoria Junckes com Noble Carthago e entre os Master Top, Claire Bays com E3I Kideo de Alleaume, ambos por São Paulo e únicas sem faltas em suas respectivas categorias.

Vitoria apresentando Noble Carthago

No sábado, 11/3, a principal disputa é a Copa Ouro, a 1.35 metro, com início previsto para as 13h30. Encerrando a competição no domingo, 12/3, acontece o Clássico com obstáculos a 1.45 metro de altura, disputado em 2 voltas, a partir das 14h00. Todas as provas no final de semana têm transmissão ao vivo pela portal da Sociedade Hípica Paulista. A entrada é franca.

 

Resultado completo

Transmissão ao Vivo