Vitória Nolli fatura o Clássico do 14º Concurso de Inverno Haras Massangana

Com provas de 0,60 a 1,40 metro de altura, o Haras Massangana realizou em 27 e 28/8 seu 14º Concurso Hípico de Inverno, na bela Petrópolis, Rio de Janeiro. O concurso interestadual teve vitória de uma mineira na prova mais forte. Vitória Rabello Nolli foi a campeã do Clássico montando CHJR Quorum 3N.

Vitória mineira no Rio de Janeiro; reprodução facebook Vitória Nolli

Vitória mineira no Rio de Janeiro; reprodução facebook Vitória Nolli

Lucia Faria Alegria Simões foi responsável pelo desenho dos percursos no torneio que distribuiu mais de R$ 25 mil em espécie, além de muitos brindes.

Bicampeões brasileiros da categoria Amador Top – 1,30m – Vitória e Quorun conseguiram duplo zero em 38s91 e venceram os outros 22 concorrentes do Clássico. Os doze melhores retornaram para a segunda passagem e apenas mais dois conjuntos conseguiram zerar o percurso novamente. Pelo Rio de Janeiro, Thiago Mattos e Sulki do Santo Antonio foram vice-campeões com a marca de 40s86, enquanto Paulo Stewart e Astilbe finalizaram no tempo de 41s80, na 3ª colocação. Thiago voltou ao pódio na 4ª colocação, desta feita montando Wieta do Santo Antonio, uma falta em 39s88.

O restante do pódio você confere abaixo.

Clássico Icatu Seguros 1,40m

1º Vitória Rabello Noli / CHJR Quorum 3N – FHMG – 0pp/0pp/38s91
2º Thiago Mattos / Sulki do Santo Antonio – FEERJ – 0pp/0pp/40s86
3º Paulo Stewart / Astilbe – FEERJ – 0pp/0pp/41s80
4º Thiago Mattos / Wieta do Santo Antonio – FEERJ – 4pp/0pp/39s88
5º Gustavo Padilha / Brooklin – FEERJ – 0pp/4pp/41s60
6º Sergio Marins / Royal Horse JCR Quantico – FHMG – 4pp/0pp/44s66

Resultados completos

Brasil Hipismo com foto reprodução facebook Vitória Nolli – proibida a reprodução total ou parcial sem prévia autorização

Finais do Campeonato Brasileiro Amador agitaram a Hípica Paranaense neste domingo

Nesse domingo, 31/7, aconteceram as finais individuais do Campeonato Brasileiro de Amadores na Sociedade Hípica Paranaense, em Curitiba. Após a definição por equipes no sábado, em que Minas Gerais e São Paulo dominaram o placar com dois títulos cada, quatro Estados tiveram representantes no alto do pódio nas quatro séries de 1, 1.10, 1.20 e 1.30 metro que computaram 200 inscrições. Confira.

Vitória Rabello Nolli, toda sorrisos no pódio do campeonato brasileiro amador Top; img: reprodução facebook Pedro

Vitória Rabello Nolli, toda sorrisos no pódio do campeonato brasileiro amador Top; img: João Markun – reprodução facebook Pedro Granato

Amador Top – 1.30/1.35 metro – 50 conjuntos

Na categoria Amador Top, a mineira Vitória Rabello Nolli montando CHJR Quorum 3 K faturou o bicampeonato 2015/2016. Quatro conjuntos fecharam a terceira e última prova com 4 pontos (1 falta) cada levando a decisão ao desempate. Vitoria e CHJR Quorum 3 K tiveram o melhor tempo sem faltas, em 38s52. Lucas Conde com Carantina ficou com o vice-campeonato por São Paulo, pista limpa, 40s20. E a medalha de bronze ficou com Stephanie Behar Braga apresentando GR Armani no melhor tempo, 37s18, mas com uma falta.

Pódio Final

Campeã Vitória Rabello Nolli / CHJr Quorum 3K – FHMG – 4 pp – 0/38s53/
Vice Lucas Amoedo Conde / Carantina – FPH – 4 pp – 0/40s20
3º Stephanie Behar Braga / GR Armani – FPH – 4 pp – 4/38s18
4º Lucas Amoedo Conde / Chicago O – FPH – 4 pp= 4/38s8
5º Jayme Canet / Tirus Adal – FPrH – 8 pp
6º Michel Nocchi Piveta Assunção / Ufa boy – FPrH – 8 pp

Amador – 1.20/1.25 metro – 68 conjuntos

Entre os Amadores, apenas dois conjuntos chegaram sem penalidades ao final da terceira prova. Montando pelo Rio Grande do Sul, Fernando Wallay com CRM Tricos sagrou-se campeão brasileiro sem faltas em 41s72. O vice-campeonato ficou com mineira Paula Xisto Cama e Umidwar van het JuxshotZ, pista limpa, 43s05. Enquanto o 3º posto ficou com Nathalia Mendes Schaadt com R2D Voberlina H, uma falta, por Santa Catarina.

Final_Amador650

Foto: reprodução facebook FHMG

Pódio Final

Campeão Fernando Wallau / CRM Tricos – FGEE – 0 pp – 0/41s72
Vice Paula Xisto Camara / Umidwar van het JuxshotZ – FHMG – 0 pp – 0/43s05
3º Nathalia Mendes Schaadt / R2D Voberlina H – FCH – 4 pp
4º Giancarlo Aquino / Latina do Gerezin – FPH – 4 pp
5º Stefania Carmori / Cachetana Jme – FPrH – 8 pp
6º Ruy Menescal Couto / Imperius – CDE – 8 pp

Amador A – 1.10/1.15 metro- 106 conjuntos

Na mais concorrida série do Brasileiro de Amadores, cinco conjunto zerados levaram a decisão ao desempate. Mas somente um fechou o desempate com mais um percurso limpo: o brasiliense Pedro Oliveira apresentando MC Carmelite, com o tempo de 45s79. Com uma falta em 42s56, o carioca João Luiz Olynthio com Aclaro Joter foi o vice-campeão. Já a medalha de bronze ficou com a pernambucana Gabriela Duque com Cusco HV, uma falta, 46s35.

Foto: Roberta Milani / PFDP

Foto: Roberta Milani / PFDP

Pódio Final

Campeão Pedro Oliveira / MC Carmelite – FHBr – 0 pp – 0/45s79
Vice João Luiz Olynthio / Aclaro Joter – FEERJ – 0 pp – 4/42s56
3º Gabriela Duque / Cusco HV – FEP – 0 pp – 4/46s35
4º Fabiana Turuguet Vallias / Carezino JMen – FPH – 0 pp – 12/38s6
5º Marco Aurelio Viola / Surprise – FPH – 0 pp – 19/62s25
6º Thays Hoaegen / Zelda Cooper – FAHI – 4 pp

Amador B – 1/1.05 metro – 66 conjuntos

Na categoria Amador B, dois conjuntos sem faltas também levaram a decisão pela medalha de ouro ao desempate e o título de campeão brasileiro foi para Antonio José Povoa Vilela apresentando JCR Bombardier, sem faltas, em 38s62, por São Paulo. Sagrou-se vice-campeão o mineiro Leonardo Henrique Rosa com Top Team Casimiro Método, que não concluiu o desempate. Com apenas um ponto perdido ao longo da competição, Cesar Sperinde montando Canelando Joter faturou a medalha de bronze pelo Rio Grande do Sul.

Foto: reprodução Facebook FHMG

Foto: reprodução Facebook FHMG

Pódio Final

Campeão Antonio José Povoa Vilela / JCR Bombardier – FPH – 0 pp – 0/38s62
Vice Leonardo Henrique Rosa / Top Team Casimiro Método – FHMG – 0 pp – EL
3º Cesar Sperinde / CRM Canelando Joter – FGEE – 1 pp
4º Leonardo Henrique Rosa / Top Team Balthazer – FHMG – 1 pp
5º Carolina Moreno / Dioniso Método – FPH – 4 pp
6º Marcos Tadeu Machado Jr / A1 Investimentos FS Fredje van de Barlegius – FHMG – 4 pp

Resultado completo

Com a fonte CBH; fotos: reprodução facebook

Totty Miranda com GK Romy triunfam no díficil Clássico do Nacional de Curitiba

O Clássico do Concurso Nacional e Internacional de Curitiba foi a principal atração nesse sábado, 9/5. Dos 77 conjuntos,somente dois fizeram pista limpa na primeira passagem a 1.40 metro. Valeu a experiência da dupla top paulista Bartholomeu Bueno de Miranda Neto, o Totty, que comemorou a vitória apresentando GK Rommy.

Totty e a égua GK Rommy, uma holsteiner de 14 anos de propriedade de Luis Flores, cruzaram a linha de chegada do desempate na ótima de 39s730. O conjunto, que coleciona diversos títulos no circuito nacional, recentemente garantiu o vice no Clássico, na mesma pista da Sociedade Hípica Paranaense, na 1ª Etapa do Curitiba Summer Tour em 15/3.

Totty e GP Rommy em um momento espetacular no rio; img: Luis Ruas

Totty e GK Rommy em um momento espetacular no rio; img: Luis Ruas / BH

Para alegria da torcida, o sempre competitivo catarinense João Vitor Marcon foi vice com Cantonius JMen sem faltas, em 43s500. O 3º posto ficou com a amazona mineira Vitoria Rabello Nolli com seu CHJR Smile, com o menor tempo entre os quatro conjuntos com apenas 1 ponto por excesso de tempo.

João Vitor Marcon e Cantonius JMen em salto perfeito; img: Luis Ruas

João Vitor Marcon e Cantonius JMen em salto perfeito; img: Luis Ruas / BH

Foi justamente o tempo limite da primeira passagem, definido pelo renomado course-designer venezuelano Leopoldo Palacios, o maior desafio que levou 19 conjuntos que ao computarem falta e se verem sem chances a desistir do restante do percurso.

“O traçado estava muito técnico e o tempo concedido bastante curto. Como também houve duas qualificativas a 1.35 metro, hoje a prova hoje a 1.40 metro ficou mais forte”, comentou o vencedor Totty, satisfeito com seu desempenho e que monta GK Rommy há cinco anos.

Com Qonfidence, Totty fechou a 1ª prova Internacional com apenas um ponto por excesso de tempo e nesse domingo, 10/5, disputa o GP Hyundai, a 1.60 metro, válido pela 3ª de oito etapas do Campeonato Brasileiro Senior Top e ranking da Federação Equestre Internacional e pelo ranking da Federação Equestre Internacional. A disputa está agendada para as 15h30 e conta com a participação de 34 conjuntos. A entrada na Sociedade Hípica Paranaense é franca.

podio650

Clássico CSN Curitiba, 9/5

1º Bartholomeu Bueno de Miranda Neto / GK Rommy – FPH – 0/0/39s730
2º João Vitor Marcon / Cantonius JMen – FPH – 0/0/ 43s500
3º Vitoria Rabello Nolli / CHJR Smile – FHMG – 1/75s430
4º André Américo de Miranda / Dyday – FPH – 1/76s670
5º Adir Dias de Abrey Junior / Skadron – FPH – 1/76s740
6º Pedro Junqueira Muylaert / Avignon – FPH – 1/77s950

 

Resultado completo

 

Brasil Hipismo com foto: Luis Ruas /  Brasil Hipismo

 

Tops de Minas Gerais dominam GP no Sítio Chuín com vitória de Sergio Marins

A cada o Concurso de Salto Nacional Sítio Chuin, em Camaçari, Salvador (Bahia) atrai convidados de todo o país para uma grande festa da comunidade hípica com direito a diversas atrações paralelas. Na grande final do sábado, 1/11, o mineiro Sérgio Marins, campeão do ranking brasileiro senior 2013, montando Valiksa foi o grande campeão do GP, que teve assinatura da course-designer internacional Marina Azevedo. A dupla fez pista limpa no desempate em 49s89.

Sergio, Pedro Paulo Lacerda e Vitoria Nolli: trio  mineiro no pódi do GP com presença da anfitriã Livia Neves, Nelson Pessoa, Ronaldo Bittencourt

Sergio Marins, Pedro Paulo Lacerda e Vitoria Nolli: trio mineiro no pódi do GP com presença da anfitriã Livia Neves, Nelson Pessoa e Ronaldo Bittencourt; img: Aída  Nunes

O pódio foi mesmo dominado pelos mineiros: Pedro Paulo Lacerda com Land Max Cepel JL Sítio Chuín foi vice, sem faltas, 61s03 e Vitoria Rabello Nolli com Smile cruzou a linha de chegada no melhor tempo, 48s22, mas uma falta. Entre os convidados, destaque para a ilustre presença de Nelson Pessoa, o Neco, ícone maior do hipismo brasileiro.

Show dos Amadores no Brasileiro em Santo Amaro com recorde de participação

Foram dias de muita emoção e torcida.  A edição 2014 do Campeonato Brasileiro de Salto para Amadores (cavaleiros e amazonas não profissionais) no Clube Hípico de Santo Amaro (SP), entre 26 e 28/9, foi um marco. Estima-se que desde 1984 quando foi criado o Brasileiro de Salto para Amadores (então com nome de categoria Proprietários) até 2013, as 315 inscrições são uma marca recorde com destaque para as 73 participações na categoria principal, Amador Top, a 1.30 metro.

Todos os percursos tiveram assinatura da course-designer internacional Lucia Faria de Alegria Simões. “Acho que foi muito bom, tivemos um número ótimo concorrentes. É muito importante e bacana ver tanta gente aficionada pelo esporte”, destaca Lucia.

Vitoria Rabello Nolli com CHJR Smile: campeã brasileira Amador Top; img: Duílio Andrade

Vitoria Rabello Nolli com CHJR Smile: campeã brasileira Amador Top; img: Duílio Andrade

 

Dos 315 inscritos 73 largaram no Amador Top, 1.30 metro, 63, Amador, 1.20 metro, 86, e Amador A, a 1.10 metro, 93. Após as finais por equipes, no sábado, 27/9, em que Brasília e o Rio Grande do Sul levaram dois ouros, todas finais individuais – disputadas na nova pista de areia Cel Renyldo Guimarães Ferreira – foram acirradíssimas com desempate pelas medalhas de ouro, prata e bronze.

“No primeiro dia fiz uma armação suave e no segundo, selecionamos mais um pouco. Assim a prova final não teve que ser muito forte. Devido a chuva no primeiro dia, mudamos as finais para areia e acabou dando tudo certo. Acho que funcionou muito bem”, analisou Lucia. Veja como ficaram os pódios.

Decisão individual

Na categoria Amador Top, oito chegaram zerados a prova final e quatro mantiveram-se zerados após a terceira prova. Dois voltaram a zerar o desempate: sagrou-se campeã a mineira Vitoria Rabello Nolli montando CHR Smile, 32s41, e o brasiliense Marco Antonio Modesto Filho com PHBR Simon Templer VDL, foi vice, 33s68.

Antonio Modesto Filho com PHBR Simon Templer VDL

O vice-campeão Antonio Modesto Filho com PHBR Simon Templer VDL; img: Duílio Andrade

Na categoria Amador, 12 viraram sem faltas e ao final da terceira prova cinco conjuntos sem um único ponto perdido, garantiram mais um desempate que levantou a torcida na arquibancada do Clube Hípico de Santo Amaro. Sem faltas, 33s34, a baiana que defende São Paulo Flávia César Mendonça conquistou o bicampeonato 2009/2014. Sagrou-se vice-campeão o premiado ginete carioca João Roberto Marinho montando Made in Rouge em mais um percurso sem faltas, 34s85.

A campeã da categoria Amador Flávia Mendonça com Warlod; img: Duílio Andrade

A campeã da categoria Amador Flávia Mendonça com Warlod; img: Duílio Andrade

Dos 12 conjuntos zerados antes da prova final Amador A e sete seguiram sem faltas após terceira prova. Já no desempate dois voltaram a zerar com dobradinha brasiliense a cargo de Pedro Henrique Comary de Oliveira apresentando Contera e Felipe Pereira da Cunha montando Cleopatra em 27s25 e 28s60.

A merecida comemoração do campeão Amador A Pedro Henrique Comary de Oliveira; img: Tupa Vídeo

A merecida comemoração do campeão Amador A Pedro Henrique Comary de Oliveira; img: Tupa Vídeo

Na categoria Amador B, nada menos que 19 conjuntos foram para prova final zerados e 12 mantiveram-se nessa condição após a 3ª prova levando a decisão ao desempate em que cinco garantiram mais um percurso sem faltas. A gaúcha Renata Bau sagrou-se campeã montando Perissat, sem faltas, 29s42, e o sempre competitivo paulista Antonio Manoel Lopes Sanches com Barochan Bruno foi vice, pista, 31s09.

Renata Bau montando Perissat: campeã Amador B; img: Duílio Andrade

Renata Bau montando Perissat: campeã Amador B; img: Duílio Andrade

 

Missão cumprida

“O evento superou as nossas expectativas e ficamos muito satisfeitos. Agradecemos a todos: concorrentes, público e também aos nossos patrocinadores. Esperamos a todos nos próximos eventos em nosso clube”, destaca William Almeida, novo presidente da entidade anfitrião.

Em paralelo ao campeonato não faltaram concorridas noites de happy hour, música ao vivo com direito a comida japonesa a cargo do restaurante Naru. Patrocinaram o evento Corsage, Spa Sete Voltas, Sanol Dog, Ceratti, Best Choice, Fogo de Chão, Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo de Hipismo, Magnetic Pet, Vida Bela e Hotel Prodigy Berrini.

Veja a seguir os pódios completos

Amador Top

amadorestop650
Campeã Vitoria Rabello Nolli / CHR Smile – FHMG – 0 pp – 0/32s41
Vice Marco Antonio Modesto Filho / PHBR Simon Templer VDL – FHBr – 0 pp – 0/33s68
3º Tais de Souza Arruda / Top Horse Deja Vu – FPH – 0 pp – 4/33s90
4º Igor Porto Pereira / PHBR Electra – FHBr- 0 pp – 4/40s44
5º Rafaella Medeiros Muller / Roger Moore Z – FHBr – 4 pp
6º Alexandre Silva e Silva / WS Kandanora Z – FPH – 4 pp

Amador

amadores650

Campeã Flávia Cesar Mendonça / Warlod – FPH – 0 pp
Vice João Roberto Marinho / Made in Rouge – FEERJ – 0 pp
3º Michel Piveta Assumção / Ufa Boy Vila Fal – FPrH – 0 pp
4º Cel Marcus Machado Couto / QH Concerta – CDE – 0 pp
5º Diogo Vontobel Breyer / Soberno do Jarau – FGEE – 0 pp
6º Priscila Mariano Luminatti / SPS Une Victorie ML – FEERJ – 4 pp

Amador A

amadoresA650
Campeão Pedro Henrique Comary de Oliveira / Contera – FHBr – 0 pp – 0/27s25
Vice Felipe Pereira da Cunha / Cleopatra – FHBr – 0 pp – 0/28s60
3º Miriam Maffei / Riva Bella JMen – FPH – 0 pp – 4/27s33
4º Miriam Maffei / Country Kate – FPH – 0 pp – 4/28s75
5º Luana Germano / GR Canel – FGGE – 0 pp – 4/30s10
6º Marcelo Gonçalves Lemos / Lhama – FEERJ – 0 pp – 4/32s50
Amador B

amadorb650
Campeã Renata Bau / Perissat – FGEE – 0 pp – 29s42
Vice Antonio Manoel Lopes Sanches / Barochan Bruno – FPH – 0 pp – 31s09
3º Lucia Miara Brunetta Fontenelle de Araújo / Ralme TW – FEERJ – 0 pp – 34s54
4º Maria do Carmon Baptiston / Thank You – FPH – 0pp – 35s01
5º Luciana Meyer Farina / Sra Acorela Joter – FGGE – 0 pp – 36s37
6º Alexandre dos Santos Barbosa / Forest Stich do Bosque – FPH – 0 pp – 1 pp – 38s32

 

Resultado completo

 

Fonte: CHSA; com fotos: Tupa Vídeo – Duílio Andrade e equipe

Minas Gerais recebe o Brasileiro de Amazonas 2013

Julho como sempre será um mês agitado no calendário hípico nacional. Além do Campeonato Brasileiro de Amazonas em Minas Gerais, entre 19 e 21, os Amadores disputam seu Brasileiro em Bonito, Matro Grosso do Sul, entre 5 e 7, e as categorias de base competem pelo título nacional em São Paulo, de 12 a 14.

O Campeonato Brasileiro feminino terá lugar no Centro Hípico Junia Rabello (CHJR), localizado na Fazenda São Sebastião em Lagoa Santa, a apenas 35 quilômetros de Belo Horizonte. Serão quatro os títulos em disputa nas alturas de 1, 1,10, 1,20 e 1,30 metro.

Centro Hípico Junia Rabello, referência desde 1990; foto: chjr.com.br

Referência no hispimo nacional, principalmente quando se trata de Concurso Completo de Equitação, o CHJR foi fundado em 1990 pela empresária Junia Rabello e ainda hoje suas filhas Renata e Vitória competem no Adestramento e no Salto, respectivamente. Vitória inclusive foi a Campeã Brasileira Amazonas da série principal em 2008.

Além de ser um criatório de cavalos de esporte, o CHJR possui duas pistas de areia, sendo uma delas coberta, e uma ampla área de mata nativa preservada. E com certeza a recepção às atletas fará jus ao espírito festivo do povo mineiro.

Veja quem são as campeãs dos últimos cinco anos da série principal – 1,30m

2012

Juliana Nehme: campeã brasileira da amazonas 2012; foto: Beatriz Cunha

2011

Manuela Monteiro Rodrigues da Cunha / Qwina Z – FHBA; foto Beatriz Cunha

 

2010

Giovanna de Finis Sobania / Atomo Clasi – FPrH; foto: Ju Ribas

2009

Paula Marchezoni Alho da Silva / Sax Polarion JMen – FPrH, foto: Tupa Vídeo

2008

Vitória Rabello Nolli / Land Insbruck – FHMG; foto de arquivo / chjr.com.br

 

Fonte: CBH